O que está buscando?
Portal Educa    MEU SESI - Entrar

Sesi e Senai-SP são as primeiras instituições de educação a assinarem o Pacto de Promoção da Equidade Racial

As entidades se comprometeram a realizar ações afirmativas para reduzir a desigualdade racial internamente

 Por: Sarah Toledo, Agência Indusnet
18/11/202219:27- atualizado às 19:32 em 18/11/2022

O pacto de promoção da equidade racial é um projeto que reúne várias lideranças da sociedade civil, do mundo corporativo, de movimentos negros, e também lideranças do Terceiro Setor, pautadas em educação. “Esse projeto surge com a ideia de construir um protocolo ESG racial para nortear as empresas no combate ao racismo estrutural que há tantos anos perturba a sociedade brasileira”, explica Guibson Trindade Torres, gerente executivo do Pacto de Promoção da Equidade Racial, sobre o surgimento do plano. 

O Pacto tem como objetivo a implementação de um protocolo ESG (Environmental, Social and Governance) racial nas empresas que, com diretrizes e norteamentos técnicos, as auxilie na redução da desigualdade racial interna, possibilitando que profissionais negros possam alcançar posições de liderança em diversos segmentos. Atualmente, 35 empresas brasileiras já assinaram o protocolo ESG racial e estão junto ao pacto. 

“As empresas que aderem ao protocolo saem na vanguarda, ou seja, garantem um protagonismo no combate ao racismo estrutural brasileiro. No Brasil, Sesi-SP e Senai-SP são as primeiras instituições de educação que assumem um compromisso público de diminuir as desigualdades raciais em suas estruturas organizacionais", afirma Guibson. 

Para Andrea Bezerra de Albuquerque, assessora de Diversidade e Inclusão do Sesi Senai-SP, os critérios ESG podem contribuir para uma mudança estrutural no país em relação à equidade racial em cargos de gestão e liderança. “Por exemplo, aumentar o número de candidatos pretos e pardos [a vagas]”, exemplifica Andrea. A assessora conta sobre um ciclo de debates que têm acontecido em todas as jurisdições do Sesi e do Senai, chamado Encontros Plurais e que tem como objetivo ressoar este e outros temas importantes para a sociedade. “É dar conta de valorizar a diversidade e traçar estratégias para que a gente tenha mais inclusão e para que os espaços sejam menos inóspitos para pessoas pretas e pardas”, relata.  

Empresas de qualquer porte podem aderir ao pacto. Para mais informações, acesse o site:http://www.pactopelaequidaderacial.org.br/index.html 

Leia também