O que está buscando?
Portal Educa    MEU SESI - Entrar

Aluno da escola Sesi Mococa é convidado para participar de simulações da ONU, na Universidade de Harvard

23/09/202215:16- atualizado às 12:15 em 19/10/2022

O estudante do 2º ano do Ensino Médio da escola Sesi Mococa, João Lucas Oliveira Silva, 16, que vem participando de simulações da ONU (Organizações das Nações Unidas), foi convidado para integrar uma equipe de sete estudantes de escolas brasileiras que irá para os Estados Unidos participar de uma simulação pela Universidade de Harvard.

Nas simulações alunos do Ensino Fundamental, Médio ou Superior interpretam juízes, diplomatas, jornalistas ou políticos e simulam que estão em reuniões de grandes organizações internacionais como a Assembleia Geral da ONU, o Conselho de Segurança, a ONU Mulheres, reuniões do Congresso Nacional. O objetivo é representar um posicionamento e tomar decisões diplomáticas sobre questões relevantes para a sociedade.

João Lucas conta que começou a participar das simulações este ano de forma online e tomou gosto. “É muito interessante porque temos a oportunidade de estudar temas variados e aprender como o assunto é tratado em determinados países”, menciona. As simulações acontecem aos finais de semana e no final é gerado um documento de resolução para o tema abordado. 

O convite para integrar a equipe que viajará para os Estados Unidos para fazer a simulação de forma presencial foi uma surpresa. “Não esperava e fiquei muito feliz”, comemora. O evento vai acontecer num hotel em Boston de 26 a 29 de janeiro de 2023. O tema da discussão ainda não está definido. Daqui para frente, João Lucas terá alguns desafios como aprimorar o inglês. “Faço as simulações em português, mas essa presencial será em inglês e teria que estudar ainda mais”, prevê.

Segundo ele, as simulações têm ajudado a melhorar seu repertório e até mesmo o saber ouvir. As participações já renderam, inclusive, menções de destaque para o estudante. Apesar da pouca idade, João sinaliza que a carreira de diplomata pode estar em seus planos para o futuro.

Estudante da escola Sesi Mococa desde o 1º ano do Ensino Fundamental, João acredita que a metodologia de ensino do Sesi-SP contribuiu para que ele buscasse atividades extraclasse. “O Sesi incentiva as discussões em aula, organizamos e participamos de seminários, temos a robótica e participarmos de olimpíadas de conhecimento, acho que tudo isso me estimulou”.

PROTAGONISMO

“O João Lucas é a concretização do nosso trabalho. É um jovem com protagonismo e, potencializar o protagonismo dos nossos alunos, é uma das propostas pedagógicas do Sesi-SP”, define a professora de Geografia, Daniela Cristina Pereira de Souza, que acompanha João Lucas desde o 6º ano do Ensino Fundamental. Para o diretor da escola, José Homero Justo Filho, a trajetória do estudante é um orgulho para a escola e uma inspiração para todos. “Ele está mostrando que com determinação é possível conquistar seus objetivos”.

  João Lucas com o diretor da escola Sesi Mococa, José Homero, a professora Daniela e o coordenador pedagógico, Heder Falconi  

 

Leia também