Menu Site
 Por: Amanda Demétrio, Núcleo de Comunicação
03/07/2019 17:14 - atualizado às 17:14 em 03/07/2019

Julho começou e o primeiro dia do mês já marcou o pontapé inicial na temporada 2019/2020 do vôlei masculino. Com formação em que 50% é oriunda da base, a equipe da capital paulista se reuniu na tarde da última segunda-feira (1/7), no ginásio da Vila Leopoldina para apresentação dos nomes que vestirão a camisa do Sesi-SP em mais um ano.

Com a presença de todos os atletas e comissão técnica, Rubinho ressaltou a importância do grupo em se manter unido desde os primeiros passos do trabalho. Durante o bate papo inicial, o treinador, que contou com a presença do central Éder, do ponteiro Lucas Lóh, do oposto Alan Souza e do líbero Pureza, que aproveitaram uma brecha na agenda da seleção brasileira para estarem na Leopoldina, ainda aproveitou a oportunidade para dar as boas-vindas aos jovens atletas vindos das categorias de base.

“Acho que a gente tem um bom perfil de equipe. A integração desses jovens vindos da nossa base faz parte de um processo. A gente já tinha determinado e estávamos nos preparando para isso, a ideia era que a gente aproveite cada vez mais os nossos jogadores. Temos um grande trabalho de formação aqui no Sesi-SP e agora estamos atingindo mais um ponto de sucesso nesse projeto, chegando aos 50% da equipe com garotos novos”, comentou o técnico, que segue para sua terceira temporada frente à equipe.

Atletas que avançaram das equipes de base do SESI-SP para o grupo adulto. Foto: Everton Amaro/Fiesp

 

Filhos da casa, Douglas Pureza, Alan Patrick e Barreto, oriundos das categorias de base do Sesi-SP, permanecem no grupo. Victor “Birigui” e Daniel Pinho, também formados na equipe paulista, voltam após defenderem o Vôlei Um Itapetininga em parceria com o Sesi-SP.

“É muito bom estar de volta. Eu cresci aqui no Sesi-SP, conquistei muitos títulos nas categorias de base e hoje estar com o grupo adulto é muito gratificante. Um sonho realizado. Estou me preparando muito bem psicologicamente para essa temporada. O campeonato adulto tem nível mais alto do que os disputados na base, então eu estou muito focado para dar o meu melhor e evoluir ainda mais”, comentou Birigui.

Chegando à Vila Leopoldina em 2014, a jovem promessa já conta com títulos do Paulista sub-17, Torneio Início sub-17, Copa Minas sub-17, Copa Mercosul sub-19, Copa Minas sub-19 e Paulista sub-19 e ainda soma passagens importantes pela seleção brasileira, desde as categorias de base até o grupo adulto.

Entre os principais destaques, a equipe da capital paulista manteve seu elenco, vice-campeão da Superliga Cimed 2018/19, com a renovação do levantador William, o oposto Alan Souza, o ponteiro Lucas Lóh, o central Éder e o líbero Murilo. Alguns nomes conhecidos dos torcedores retornaram, como o central Sidão e o ponteiro Fábio Capalbo, que estavam no Corinthians/Guarulhos.

“Essa mescla será uma coisa muito boa para nossa equipe. A gente tem bastante experiência, temos uma parte do grupo na casa dos quarenta anos e a garotada vem com metade disso. Vamos conseguir passar bastante coisa para eles aproveitando aquele vigor físico e juventude que eles trazem no dia a dia e que é importante para equipe. É logico que teremos a atenção em balancear e controlar a ansiedade deles, mas a gente espera um resultado muito bom”, comentou Murilo, que ainda ressaltou como vê o início da temporada.

“Estamos na primeira semana de treinos ainda, naquela retomada de parte física para ir entrando no ritmo e iniciar bem o calendário de competições. O Paulista é tradicionalmente o campeonato estadual mais forte que a gente tem no país e teremos os dois clubes que disputaram a última final da superliga, nós e o Taubaté, além do Campinas, que vem sempre muito bem. Então vai ser muito bacana, um início muito forte e para gente serve como uma ótima preparação para Superliga. Com a ausência dos atletas que servem a seleção, ainda aproveitaremos esse momento para dar bagagens aos nossos atletas mais novos”, finalizou o camisa 8.

Foto: Everton Amaro/Fiesp

 

LEIA TAMBÉM