Menu Site
 Por: Amanda Demétrio, Núcleo de Comunicação
09/09/2019 18:12 - atualizado às 18:12 em 09/09/2019

Após cinco dias de provas no Campeonato Brasileiro Interclubes Absoluto de Natação 2019 - Troféu José Finkel, os nadadores do Sesi-SP encerraram, no último sábado (7/9), na 3ª colocação do quadro de medalhas com 11 conquistas, sendo 4 ouros, 2 pratas e 5 bronzes, além de um recorde de campeonato nos 50m costas. Na pontuação geral, a equipe da capital paulista aparece na quinta colocação com 751 pontos. O pódio ficou com o Minas em primeiro com 2824,50, em segundo aparece o Corinthians (1199,50) e o Pinheiros completa com 1165.

A piscina do Clube Curitibano, no Paraná, contou com a participação de mais de 250 nadadores de 39 clubes brasileiros que buscaram, além de medalhas, bons desempenhos para compor a seleção que disputará o Sul-Americano Absoluto 2020, em Buenos Aires. O Troféu José Finkel é um dos principais campeonatos nacionais de natação e teve as cinco primeiras edições em Curitiba (1972 a 1976). Em 2019, a capital paranaense voltou a sediar após 34 anos.

Com um grupo de dezesseis atletas participando de 30 provas entre feminino, masculino e revezamentos, os nadadores do Sesi-SP já estrearam no pódio da competição desde o primeiro dia. Na noite do dia 3 de setembro, terça-feira, Daynara de Paula abriu as disputas das finais pelo Sesi-SP e garantiu o primeiro ouro da equipe nos 100m borboleta com o tempo 59.06. Na versão masculina da prova, mais um pódio. Matheus Gonche ficou com o bronze ao finalizar com 52.71, primeira medalha do atleta na prova absoluta.

No revezamento 4x100m livre, o quarteto feminino fez bonito e garantiu o lugar mais alto do pódio para fechar o primeiro dia de provas com chave de ouro. Priscila Souza foi a primeira a cair na água, na sequência, competiram Sabrina Todão, Etiene Medeiros e Daynara de Paula, que voltou para piscina e ajudou o grupo a terminar a prova na frente com o tempo de 3:45.36. Completaram o pódio o Minas com 3:47.16 e em terceiro ficou o Curitibano com a marca de 3:50.24.

Na sequência do Finkel mais marcas importantes foram conquistadas. Raphael Rodrigues ficou com a medalha de prata nos 200m peito (2:12.68) e o bronze na versão de 50 metros com 27.81. Daynara de Paula voltou para o pódio no segundo dia com uma prata nos 50m borboleta (26.87), enquanto Matheus Gonche garantiu seu segundo bronze individual, agora nos 200m borboleta (1:59.45). Outro destaque do grupo ficou com a conquista da medalha de bronze para Beatriz Lima nos 100m costas. A jovem nadadora terminou a prova com o tempo de 1:03.77 e conquistou sua primeira medalha na prova absoluta.

No revezamento 4x100m medley misto, Etiene voltou a compor a equipe do Sesi-SP e caiu na água para o nado costa, formando o quarteto com Raphael Oliveira (peito), Matheus Gonche (borboleta) e Sabrina Todão (livre). E mais uma vez a equipe mostrou garra e superação. Mesclando experiência com juventude, o grupo soube manter o equilíbrio e com 3:54.12, superaram a equipe da Unisanta, ficando com a medalha de bronze. Completaram o pódio a equipe do Pinheiros (3:53.20), na segunda colocação e o Minas (3:50.06), em primeiro lugar.

Subindo ao pódio nas quatro provas em que participou, sendo duas individuais e dois revezamentos, com três medalhas de ouro e uma de bronze, Etiene Medeiros manteve seu nome no lugar mais alto do pódio nas provas rápidas de 50 metros costas e livre. Após fazer 24.97 e ficar com o ouro no estilo livre, a pernambucana garantiu mais uma medalha dourada ao marcar 27.70 no nado costas. A marca, além de render o ouro, ainda estabeleceu um novo recorde de campeonato.

Com as quatro medalhas conquistadas em quatro disputas, Etiene garantiu a premiação de primeira colocada no índice técnico, com 924 pontos, cálculo da melhor performance entre todos os vencedores das provas individuais. Para o técnico Fernando Vanzella,

“Foi uma competição muito boa para a equipe como um todo. Os garotos evoluíram bastante, tivemos melhoras individuais interessantes. Algumas medalhas foram conquistadas pela primeira vez, como do Matheus nos 100m borboleta e da Beatriz nos 100m costas, o que é uma coisa bacana para amadurecimento deles, além do recorde da Etiene nos 50m costas. Isso tudo mostra que colhemos bons frutos”, comentou Vanzella.  

Medalhas:
Ouro
100m borboleta – Daynara de Paula (59.06)
50m costas – Etiene Medeiros (27.70) – recorde campeonato
50m livre – Etiene Medeiros (24.97)
Rev. 4x100m livre feminino – Priscila, Sabrina, Etiene, Daynara (3:45.36)

Prata
200m peito – Raphael Rodrigues (2:12.68)
50m borboleta – Daynara de Paula (26.87)

Bronze
100m borboleta – Matheus Gonche (52.71)
50m peito – Raphael Rodrigues (27.81)
200m borboleta – Matheus Gonche (1:59.45)
100m costas – Beatriz Lima (1:03.77)
Rev. 4x100m medley misto – Etiene, Matheus, Raphael, Sabrina (3:54.12)

LEIA TAMBÉM