O que está buscando?
Portal Educa    MEU SESI - Entrar

Sesi-SP credencia três nadadores para o Mundial de Esportes Aquáticos de Budapeste

Equipe ficou em 6º na pontuação geral do Troféu Brasil e garantiu 8 medalhas

 Por: Amanda Demétrio, Sesi-SP
13/04/202214:49- atualizado às 14:49 em 13/04/2022

Além da disputa por medalhas no Troféu Brasil de Natação, o objetivo da equipe era credenciar o Sesi-SP para o Mundial de Esportes Aquático de Budapeste, na Hungria. E após os seis dias de provas no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro, a meta foi concluída. Lorrane Ferreira, Matheus Gonche e Vinicius Assunção serão os nomes da equipe paulista que representarão o Brasil no Mundial.  

O torneio, que teve início no dia 4 de abril e terminou na noite do último sábado (9/4), além de definir as equipes que representarão o Brasil em Budapeste e mais três torneios internacionais, finalizou com o Sesi-SP na sexta posição geral com 675,50 pontos e oito medalhas, sendo cinco de ouro, uma de prata e duas de bronze.  

Dono do primeiro índice conquistado pelo Sesi-SP na competição e da primeira medalha em prova individual, Vinicius Assunção puxou a fila. Com o tempo de 1:47.22, o nadador ficou com a medalha de prata nos 200m livre e com o segundo melhor tempo da prova, garantiu vaga na seleção para o revezamento 4x200m livre masculino. Dois dias depois, na disputa dos 100m livre, Vinicius caiu na água novamente e com o quarto tempo, o jovem cravou sua presença em mais um revezamento para o Mundial, agora nos 4x100m livre. 

“Eu estou bem feliz, foram dois anos de muito trabalho que eu venho nadando o estilo livre e agora com essa mudança de técnico, vindo treinar com o Vanzella mudou minha carreira definitivamente, tive muito mais vontade de treinar. É uma honra poder fazer parte desse grupo de atletas classificados e a expectativa é a melhor possível. Tentar conquistar uma medalha, uma final, vai ser algo extremamente bom para um primeiro mundial”, comentou Vinicius, que chegou ao Sesi-SP neste ano. 

Após bater na trave na seletiva olímpica em 2020, Matheus Gonche mais uma vez encarou os 200m borboleta na piscina do Maria Lenk na busca por um índice, mas dessa vez, diferente da última vez, Gonche levou a melhor. Balizado com o tempo de 1:59.18, o nadador do Sesi-SP ocupou o seu lugar na raia 4 e de forma leve e ao mesmo tempo confiante, baixou sua marca nos 200m borboleta nadando abaixo do índice (1:56.71). 

"É um alívio muito grande ver que todo trabalho deu certo. Eu estava me sentindo muito bem de manhã e só bastava eu estar concentrado e feliz para esse índice sair. Eu estreei na seleção adulta indo para uma olímpiada, no alto nível, então agora o trabalho é para manter isso. Abrir o ano conquistando mais uma seletiva, é incrível", comentou Gonche ao final da prova.    

Já classificado para o Mundial, Gonche voltou para piscina no penúltimo dia de provas e mais uma vez subiu no lugar mais alto do pódio. Com o tempo de 51.60, o nadador do Sesi-SP alcançou o índice nos 100m borboleta e de quebra garantiu o revezamento 4x100m medley masculino em Budapeste. 

“Difícil pegar mais um índice. Sabia que era difícil, mas não era impossível. Estou muito feliz com o meu desempenho aqui no Troféu Brasil. É uma realização muito grande poder participar do meu primeiro mundial nas minhas duas provas, com dois tempos fortes e ainda melhorando as minhas marcas”, comemorou Matheus Gonche. 

Nas provas rápidas, de 50 metros, Lorrane Ferreira voltou a brilhar. Com a marca de 25.04 no nado livre, exatamente o tempo estipulado para o índice, a nadadora do Sesi-SP cravou a marca, ficou com o ouro e também anotou o seu nome na relação de atletas do Time Brasil em Budapeste. 

“Estou muito feliz com a recepção que tive aqui no Sesi-SP neste ano, me deu muita confiança para chegar aqui neste momento e conseguir realizar o nosso objetivo. Estou realizada, foi incrível a prova, eu só queria bater na frente e fazer esse tempo, que era o grande objetivo e deu certo”, explicou Lorrane ao final da prova. 

Foto: Amanda Demétrio/Sesi-SP

 Outros resultados 

No primeiro dia de provas do Campeonato Brasileiro Absoluto – Troféu Brasil de Natação, Julia Goes (nado costas), Henrique Takahashi (nado peito), Matheus Gonche (nado borboleta) e Lorrane Ferreira (nado livre), subiram no pódio ganhando a medalha de bronze no revezamento 4x100m medley misto. O quarteto, com o tempo de 3:54.69, ficou atrás apenas do Pinheiros, primeiro colocado com 3:47.79 e do Minas, vice-campeão com 3:54.44. 

Na segunda etapa foi a vez de Julia Goes retornar ao pódio, mas agora em prova individual. A atleta do Sesi-SP conquistou a marca de 1:03.52 nos 100m costas e garantiu mais uma medalha de bronze. Na disputa dos 50m costas, Julia melhorou sua marca e com o tempo de 28.90, ficou com o título de campeã brasileira. 

Alexia Assunção, também nadadora no estilo costas, fez bonito dos 200m. A jovem nadadora do Sesi-SP, com o tempo de 2:15.43, ficou com o título de campeã brasileira na prova. 

“Foi um saldo muito positivo. Participamos com 19 atletas, tivemos 3 classificados para o Mundial de Budapeste, devemos ter quatro atletas convocados para Jogos da ODESUR e dois para os Jogos Mundiais Universitários após o bom aproveitamento e bons resultados da equipe. Contamos com atletas da nossa base chegando nas finais A, enfrentando grandes nomes da natação, ficando na 4ª e 5ª colocação, o que foi muito bom. Estamos muito felizes com todo esse processo e trabalho”, explicou Fernando Vanzella, técnico da equipe de natação do Sesi-SP  

Leia também