Menu Site
 Por: Amanda Demétrio, Núcleo de Comunicação
15/07/2019 14:05 - atualizado às 09:05 em 26/07/2019

Faltando apenas 10 dias para o início dos Jogos Pan-americanos de Lima 2019, no Peru, os atletas que representarão o Brasil estão a todo vapor de olho nos detalhes finais da preparação. E para lutadora olímpica, atleta do Sesi-SP, Aline Silva, não é diferente.

Principal nome da luta olímpica, Aline seguiu para Istambul, na Turquia, com mais três brasileiras para disputa do Yasar Dogu, torneio internacional. Servindo como preparativo final para a competição em Lima, que acontece entre os dias 26 de julho e 11 de agosto, a lutadora do Sesi-SP fez bonito. Neste domingo (14), a atleta ficou com a medalha de prata na categoria até 76kg.

Enfrentado a atual campeã olímpica, a canadense Erica Wiebe, o combate seguiu apertado. Aline terminou o primeiro round em vantagem depois de uma punição aplicada em Wiebe. No segundo round, a brasileira seguiu consistente na defesa, mas também foi punida, porém duas vezes com o short clock. Como não conseguiu pontuar, Aline se viu atrás no placar de 2 a 1 e não conseguiu a virada, ficando com a prata.

Antes da disputa pelo ouro, a atleta do Sesi-SP passou com vitória por duas adversárias nas eliminatórias do sábado. A estreia foi contra a ucraniana Alla Belinska, e mesmo saindo atrás no combate por 2 a 0, a brasileira se recuperou, conseguiu empatar ao fazer uma reversão e passou à frente depois de short clock. Belinska ainda reagiu, mas Aline venceu por 5 a 4.

Na semifinal, a adversária foi a norueguesa Iselhim Solhein.  Aline conseguiu passar para as costas de Solheim no primeiro minuto do combate e fazer 2 a 0. Em duelo de força, a brasileira neutralizou os ataques da oponente e sem se expor assegurou a vaga para final.

LEIA TAMBÉM