O que está buscando?
MEU SESI - Entrar
A voz que resta

Gustavo Machado

Projeto: Viagem Teatral

Paulo, jornalista copidesque e escritor frustrado, envolve-se com Marina, uma vizinha de prédio casada, garçonete e aspirante a atriz. Paulo tenta desdobrar-se masoquistamente entre o trabalho medíocre, o angustiante bloqueio criativo e o amor incondicional por Marina. A peça flagra a noitada em que Paulo decide cortar os laços (ou os pulsos), entregar as chaves e mudar-se para longe ou para lugar nenhum. Com um velho gravador de bolso, ele registra com amor e ódio uma carta de adeus.

Duração:

60 min

Categoria: Adulto
Ficha Técnica:

Idealização e atuação: Gustavo Machado | Autor e diretor: Vadim Nikitin | Produção executiva: Roberta Ribas | Diretor de produção: João Godoy | Assistente de produção: Bruna Lemela | Iluminador e operador de luz: Fernando Azevedo | Operação de som: JC Carneiro

Gênero: Monólogo
Minibiografia do Grupo ou Cia:

Gustavo Machado é ator, diretor, músico, roteirista brasileiro. Ficou conhecido pelos filmes Olho de Boi (prêmios de melhor ator: Kikito-2007 e APCA 2008), Essa Nossa Juventude, Quanto Dura o Amor?, O Amor Segundo B. Schianberg (melhor ator no Festival de Sta. Maria da Feira, Portugal) e Eu receberia as piores notícias dos teus lindos lábios (melhor ator no Festival de Sergipe). Na TV atuou nas novelas A força do querer, Além do tempo, Sete vidas e Lado a lado e entrou com destaque na última fase da novela Em família, todas na TV Globo e na novela gênesis, da Record TV. Esteve em diversas séries, sendo as mais recentes: Coisa mais linda (Netflix – 02 temporadas) e Os homens são de Marte (GNT – 03 temporadas). Já no teatro atuou em mais de 40 espetáculos trabalhando com diretores como: Guilherme Leme, João Fonseca, Felipe Hirsh, Jô Soares, Laís Bodanzky, Ruy Guerra, Cibele Forjaz, João Falcão, Pedro Granato e Francisco Medeiros.


CLIQUE NA UNIDADE PARA RESERVAR