Menu Site
 Por: Núcleo de Comunicação
08/02/2019 11:02 - atualizado às 18:03 em 03/05/2019

Como todo o Centro Cultural Fiesp, voltado para as mais variadas linguagens artísticas, no lounge de convivência, no foyer do Teatro do SESI, o público confere uma atração especial nas tardes de domingo. Ao vivo, de hora em hora, a música instrumental, dos mais diversos ritmos, do popular ao erudito, é apresentada gratuitamente. O espaço, charmoso e aconchegante para reunir os amigos, tem vista para o Jardim Burle Marx, e os visitantes ainda podem aproveitar para tomar um cafezinho na Patisserie Douce France.

No meio da agitada Avenida Paulista, um momento para relaxar e aproveitar

A arquitetura moderna do edifício Luís Eulálio de Bueno Vidigal Filho, sede do SESI-SP, que também abriga a FIESP, o CIESP, o SENAI-SP e o Instituto Roberto Simonsen, o tornou ponto de referência no skyline da cidade. Atração requisitada por turistas e habitantes de São Paulo, o prédio também possui uma fachada de concreto da Alameda Santos e um lindo jardim, ambos assinados pelo arquiteto, paisagista e artista plástico Roberto Burle Marx (1909-1994). Horário de funcionamento: de terça a sábado, das 10h às 22h, e domingo, das 10 às 20h.

Aos domingos

Das 13h às 14h | Das 15h às 16h | Das 17h30 às 18h30

Gratuito

PROGRAMAÇÃO DO MÊS DE MAIO

ARTISTA DATA

Daniel Grajew | Gênero: Erudito
Piano: Daniel Grajew

Com um talento expressivo, o pianista, compositor e arranjador Daniel Grajew desenvolve o gosto tanto pela acuidade e refinamento da música erudita, como pela leveza e espontaneidade da música popular, incluindo o jazz, blues, ritmos latinos e a música brasileira em especial.
A apresentação traça a influência de Chopin na música de Tom Jobim, Jacob do Bandolim, Villa Lobos, e outros paralelos entre a música clássica de concerto e o universo da música popular.

5 de maio

Zezo Ribeiro | Gênero: Erudito
Violino: Zezo Ribeiro

Violonista de São Paulo, Zezo é pioneiro na fusão das técnicas do violão flamenco na música brasileira. O artista apresenta o repertório de seu sexto CD, Solo e Muito Bem Acompanhado, onde as composições evidenciam suas influências flamenca e erudita, passando pela música popular.
Grande guitarrista, Zezo Ribeiro é também compositor. Seu trabalho de busca e expansão inova ao mesclar aspectos técnicos do violão flamenco, do jazz ao rock.

12 de maio

Keller | Gênero: Erudito
Saxofonista: Keller Júnior

Saxofonista e flautista, Keller Júnior é um estudioso de seus instrumentos. Com experiência em participações em estúdios, já gravou com vários artistas e com grandes duplas e cantores brasileiros.
Em seu novo trabalho solista, faz apresentações em grandes shoppings e em eventos diversos, além de participar do grupo The Clevers (Os Incríveis) que fez muito sucesso na Jovem Guarda e hoje retorna com uma nova formação.

19 de maio

André Moraes e César Petená | Gênero: Popular
Voz e viola: André Moraes e César Petená

A partir de encontros nos ensaios da Orquestra Filarmônica de Violas, em 2015, André e César tiveram a ideia de formarem um duo, apresentando arranjos próprios e composições inéditas.

Além das canções de César Petená e de violeiros da nova geração, o repertório deles resgata o trabalho de grandes nomes da viola brasileira, como Almir Sater, Ivan Vilela, Tião Carreiro e Índio Cachoeira.

26 de maio

 

LEIA TAMBÉM