O que está buscando?
MEU SESI - Entrar
A Cuca Fofa de Tarsila

Cia Articularte

Projeto: Viagem Teatral

Apresentar para as crianças, de forma lúdica, um trecho da história da arte brasileira é a proposta do espetáculo com encenação de teatro de bonecos manipulados de corpo inteiro. A peça é inspirada em figuras da obra de Tarsila do Amaral, uma das maiores artistas plásticas brasileiras do Movimento Modernista. A montagem começou com uma visita a uma exposição com obras de Tarsila no Masp em 1998. Ao observar as características da pintura ("arte fofa, macia e suave"), o diretor Dario Uzam imaginou uma fábula para embalar os 10 personagens extraídos dos quadros: Abaporu, Negra, Boi da Lua, Barqueiro, Passarinho Verde, Araponga, Urutu e Cuca Fofa. Os bonecos foram concebidos pela bonequeira Surley Valério.Encantado de amor pela Negra Tarsila, o Boi da Lua fica apaixonado e faz o maior reboliço no vilarejo ao disputar o amor da amada com o Abaporu. Eles duelam e na luta para reencontrar o Abaporu, a Negra Tarsila enfrenta dificuldades e entidades fantásticas da floresta.

Indicação: crianças a partir de 03 anos de idade.

 

Duração:

60 min

Categoria: Infantil
Ficha Técnica: Texto e Direção: Dario Uzam | Bonecos: Surley Valério. | Pintura dos Bonecos e Cenografia: Hernandes Oliveira. | Sonoplastia e Iluminação: Dario Uzam | Elenco: Surley Valerio, William Lobo, Renato Bego, Tânagra Andria | Produção Executiva: Cia. Articularte – Teatro de Bonecos
Gênero: Bonecos e Fantoches
Minibiografia do Grupo ou Cia: Com 21 anos teatrais, é considerada uma das mais prestigiados em animação de SP (Revista Crescer/Globo – 2015). Criou a chamada Trilogia Modernista, peças A Cuca fofa de Tarsila, 2000; O Trenzinho Villa-Lobos, 2001; Portinari pé de mulato, 2002: participações em Caravanas, Viradas culturais e Fests Internacionais BR; Mostras SESI de Teatro; PREMIAÇÕES: A Cuca fofa de Tarsila, 2000 – Prêmio PANAMCO. Valente Filho da Burra, 2004, indicação Prêmio Direção-FEMSA. O Menino que abria portas – de Luiz Alberto de Abreu, 2006, Edital Petrobras. João Cabeça de Feijão, 2008, 03 indicações Prêmio FEMSA. Aventuras de Gulliver, 2010, Prêmio Myriam Muniz, 2009. A Volta ao Mundo em 80 dias, PROAC, 2011. Jorginho e o Dragão Camaleão, PROAC-2014. FOMENTO ao Teatro SP: 2010, 2014, 2016. MENINO CORAGEM: 03 indicações Prêmio Estímulo Teatro SP. Fomento ao Teatro SP, 2021 – projeto 100 Anos de Arte Moderna 100 Ponto Final. O grupo já realizou cerca de 4.000 apresentações, público de 1.800.000 pessoas.

CLIQUE NA UNIDADE PARA RESERVAR