Menu Site

Sesi financia projetos de empresas voltados para Saúde e Segurança do Trabalho e Promoção da Saúde

Companhias do setor industrial podem inscrever soluções inovadoras para o aumento da produtividade e a competitividade da indústria brasileira, além de promover a otimização da segurança e saúde do setor
 Por: Karina Costa, Núcleo de Comunicação
18/09/2019 12:30 - atualizado às 12:30 em 18/09/2019

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O EDITAL

Estão abertas as inscrições para o Edital de Inovação para a Indústria, iniciativa do Serviço Social da Indústria (Sesi) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Trata-se de um financiamento para o desenvolvimento de produtos, processos ou serviços, com o objetivo de aumentar a produtividade e a competitividade da indústria brasileira, além de promover a otimização da segurança e saúde do setor.

Empresas do setor industrial, de todos os portes, inclusive startups de base tecnológica, podem enviar seus projetos em cinco modalidades: Aliança Industrial, Aliança + Produtiva, Empreendedorismo Industrial; além de Inovação em Saúde e Segurança do Trabalho (SST) e Promoção da Saúde (PS) e Inovação Setorial em Saúde e Segurança do Trabalho (SST) e Promoção da Saúde (PS), ambas com projetos selecionados pelo Sesi.

 

Sobre as modalidades atribuídas ao Sesi

Na categoria Inovação em SST e PS, o objetivo é selecionar propostas de desenvolvimento de adaptações ou customizações de novas tecnologias, serviços inovadores, soluções nos processos e produtos, aplicados às demandas industriais. Serão investidos 10 milhões, sendo R$ 350 mil por projeto. Podem participar empresas do setor industrial de todos os tamanhos, inclusive startups de base tecnológica.

A modalidade Inovação Setorial em SST e PS, financia o desenvolvimento de produtos, processos e serviços exclusivamente para os setores: Alimentos e bebidas, Automotivo, Construção, Frigorífico, Mineração e Panificação. Serão investidos 4 milhões, sendo R$ 600 mil por projeto. Nesse caso, podem concorrer empresas dos setores industriais prioritários, de todos os tamanhos.

 

Nas categorias citadas, atribuídas ao Sesi, os projetos devem ser dos seguintes temas:

 

Edital de Inovação para a Indústria

Categorias

Temáticas dos projetos

 

  • Inovação em Saúde e Segurança do Trabalho (SST) e Promoção da Saúde (PS)




 

- Economia para saúde e segurança

 

- Ergonomia

 

- Estilo de Vida e Saúde

 

- Fatores psicossociais

 

- Higiene ocupacional

 

- Longevidade e produtividade

 

- Prevenção da incapacidade

 

- Sistema de gestão em SST

 

- Tecnologias para saúde

 

 

  • Inovação Setorial em Saúde e Segurança do Trabalho (SST) e Promoção da Saúde (PS)






 

 

Durante o ano de 2019, essas companhias terão a oportunidade de se inscrever em dois períodos: ou até o dia 7 de outubro; ou entre os dias 8 de outubro e 6 de dezembro. É possível submeter mais de uma ideia por ciclo, mas apenas o projeto com maior pontuação será aprovado.

Os projetos devem ser realizados durante 18 meses, e serão desenvolvidos em parceria entre os Centros de Inovação Sesi e as empresas selecionadas.

 
Avaliação e seleção

Especialistas de instituições renomadas e externos ao Sesi vão fazer as avaliações, em ambas as fases, virtualmente, atendendo aos critérios da chamada.

 

Resultados

O resultado da primeira etapa do edital, para as empresas que se inscreverem no primeiro ciclo, sai em 12 de novembro deste ano. Para as companhias que propuserem ideias no segundo período, o resultado sai em 13 de janeiro de 2020.

 

Mais informações

As propostas selecionadas, das cinco categorias, recebem recursos e apoio para desenvolvimento de uma prova de conceito, passando por processos de validação, de protótipo e de teste na rede de 26 Institutos Senai de Inovação, 58 Institutos Senai de Tecnologia e nove Centros de Inovação Sesi. Desde que foi o Edital criado, em 2004, foram selecionados mais de mil projetos inovadores, nos quais foram investidos mais de R$ 545 milhões. Todos os detalhes do regulamento, categorias e acesso ao edital, clique aqui.

LEIA TAMBÉM