Menu Site
 Por: Sesi Vôlei Bauru
27/11/2019 10:51 - atualizado às 11:24 em 29/11/2019

O Sesi Vôlei Bauru foi superado pelo Sesc Rio, equipe comandada pelo técnico Bernardinho, por 3 sets a 0, com parciais de 25/23, 25/22 e 25/18. Foi o segundo jogo fora de casa desta temporada. No último sábado, 23, o Sesi Vôlei Bauru jogou em casa e superou o atual campeão do Campeonato Paulista 2019, São Paulo/Barueri, por 3 sets a 1.

O próximo jogo pela Superliga do Sesi Vôlei Bauru será na sexta-feira, 29, às 20h, no ginásio Tijuca, contra o Flamengo. O Canal Vôlei Brasil transmitirá o jogo ao vivo, e os detalhes do pré-jogo podem ser conferidos nas redes sociais do time. 

O jogo

O jogo começou com a seguinte escalação: levantadora Dani Lins, as centrais Mayhara, e Valquíria, a oposta Polina, as ponteiras Tifanny e GLayce, e a líbero Tássia. O Sesi Vôlei Bauru iniciou o jogo na frente, deixando o placar com 2/4. Mas o Sesc aproveitou alguns erros do time visitante e empatou 7/7. Quando o time de Bernardinho passou o Sesi, no 11/8, Anderson parou o jogo. No retorno à quadra, a central Valquíria marcou ponto com um ataque, em seguida a equipe falhou na defesa, mas recuperou em outro ataque da central, que foi para o saque e deixou o placar 13/13. Anderson parou o jogo novamente. No retorno à quadra, o Sesc fez 22/18, e o Sesi se recuperou, deixando 24/22, obrigando o Bernardinho a parar o jogo. No reinício, Sesi marcou outro ponto com a Polina no saque, e Bernardinho parou o jogo novamente e fechou o set em 25/23.

O segundo set iniciou com o Sesc Rio na frente, com três pontos de vantagem, no 4/1. Com o placar 6/2, o técnico Anderson Rodrigues pediu para parar o jogo. No reinício, Tifanny ensaiou um ataque e entregou uma largadinha, marcando mais um ponto para a equipe visitante. O jogo seguiu bem equilibrado, e Bauru alcançou o time da casa, e fez 13/13. Sesi tomou fôlego e fez 18/16, obrigando Bernardinho a parar o jogo. No reinício à quadra, Polina fez mais dois pontos no saque, deixando o placar 16/20, fazendo o Bernardinho pedir tempo de novo. No retorno à quadra, Sesc diminuiu a vantagem do time visitante e Anderson pediu tempo. No reinício do jogo, Sesc alcançou o Sesi e deixou 21/21. No placar 23/21, Sara entrou no lugar da Tifanny, Sesc marcou mais um ponto e entrou Naiane no lugar de Dani Lins, fechando o segundo set em 25/22.

O Sesc Rio sai na frente no terceiro set, marcando 2/0. Sesi passou a acertar nos ataques e empatou no 4/4. Com o placar 7/4, Anderson Rodrigues pediu tempo. No reinício, a Tifanny saiu e entrou a Sarah no lugar. Sesc ficou na frente com quatro pontos de vantagem, no 14/10. Sarah ficou no saque e marcou dois pontos, deixando o placar 16/13. Com o placar 19/14, Anderson pediu tempo. No retorno à quadra, Glayce saiu e entrou Gabi Candido no lugar. Sesc avançou e marcou 22/14. Polina foi para o saque e marcou ponto. Bernardinho pediu tempo. No retorno à quadra, fechou o placar em 25/18.

As maiores pontuadoras do Sesi Vôlei Bauru no confronto foram: a oposta Polina, com 22, a central Valquíria, com 9, a central Mayhara, com 6, a ponteira Glayce, com 5, a levantadora Dani Lins, com 4, e a ponteira Sarah, com 3.

A levantadora Dani Lins, disse que essa derrota foi devido aos erros cometidos pela equipe. “Entramos em quadra com foco para ganhar o jogo. Tivemos bons momentos, onde ficamos à frente no placar, mas os erros que começamos a cometer no decorrer da partida, deixaram o time desconcentrado e passamos a falhar na defesa, no saque e no bloqueio. Foi um conjunto de erros que levou ao placar final. Agora vamos trabalhar muito para melhorar o que erramos e focar nos próximos jogos do campeonato”, analisa Dani Lins.

Márcio Mercante/RJ