O que está buscando?
MEU SESI - Entrar

Sesi Vôlei Bauru é campeão inédito da Supercopa 2022

No primeiro jogo oficial no novo ginásio, Sesi Vôlei Bauru vence Gerdau/Minas por 3 a 1 e conquista mais um título inédito em sua história

 Por: Marcelo Ferrazoli, Sesi Bauru
24/10/202211:22- atualizado às 14:10 em 24/10/2022

O Sesi Vôlei Bauru escreveu mais um capítulo glorioso em sua história. No primeiro jogo oficial do Ginásio Paulo Skaf, realizado neste domingo (23/10) de manhã, a festa foi completa para o time bauruense, que venceu o Gerdau/Minas por 3 a 1 (26/24, 19/25, 25/23 e 25/22) e faturou o título inédito da Supercopa Feminina 2022, competição que reuniu os campeões das últimas edições da Copa Brasil, Sesi Vôlei Bauru, e da Superliga 1XBET, Gerdau/Minas.

Embalado pela recente conquista do bicampeonato invicto do Campeonato Paulista, a equipe bauruense se impôs sobre o time mineiro em um duelo bastante equilibrado e, pela primeira vez, leva para casa o troféu da Supercopa. As maiores pontuadoras do Sesi Vôlei Bauru no duelo que valeu a inédita taça foram a oposta Ivna, com 19 pontos, as ponteiras Thaisinha e Karina e a central Mayara, todas com 11 cada.

Emocionada, a capitã Dani Lins ressaltou que a conquista foi especial. “Muito feliz com tudo isso. Dois títulos tão importantes como o Paulista e a Supercopa em uma semana é muito difícil de qualquer time conseguir, mas felizmente fomos recompensados com estes dois títulos. Agora é curtir a vitória para depois continuarmos as batalhas que virão pela frente na temporada.”

“Demos mais um passo muito importante em uma jornada que promete ser longa e difícil, mas agora vamos saborear esta vitória especialíssima, justamente na inauguração da nossa nova casa em uma festa belíssima e com o apoio da nossa torcida. Depois, é retomar o foco para a Superliga”, destacou o técnico Marcos Kwiek.

Agora, o Sesi Vôlei Bauru inicia a preparação para o início da Superliga Feminina 1XBET 2022/2023, competição em que a equipe bauruense estreia no próximo dia 1 de novembro, às 21h30, no Ginásio do Sesi Horto, em Bauru, diante do Unilife/Maringá.

O jogo
O Sesi Vôlei Bauru iniciou o duelo com a formação titular formada por Dani Lins, Karina, Mayhara, Mayany, Thaisinha, Ivna e Leia.

O primeiro set começa com o Sesi Vôlei Bauru abrindo 8/4 e o time mineiro parando o jogo. O Sesi Vôlei Bauru continuou se impondo e ampliou a vantagem para seis no 16/10, fazendo a equipe mineira pedir novo tempo. O Gerdau/Minas reage e diminui a desvantagem para três no 21/18, momento em que o técnico Marcos Kwiek para o jogo. No recomeço, o time mineiro empata no 21/21 e o Sesi Vôlei Bauru para mais uma vez o duelo. O confronto segue bastante equilibrado e ponto a ponto, com o time mineiro passando à frente pela primeira vez no 24/23, mas o Sesi Vôlei Bauru reage virando para 25/24 e fechando a parcial em 26/24.

O segundo set começa com o time mineiro melhor abrindo 8/3 e o Sesi Vôlei Bauru pedindo tempo. O time bauruense reage e diminui para um ponto a desvantagem no 10/9 e o Gerdau/Minas para o jogo. No recomeço, o Sesi Vôlei passa à frente no 11/10, mas logo o Gerdau/Minas se recupera, retomando a dianteira no placar e abrindo 17/13, quando Marcos Kwiek para novamente o jogo. O time mineiro mantém a boa atuação ampliando a vantagem para seis no 23/17 e fechando a parcial em 25/19.

O terceiro set começa bastante equilibrado até o 5/5, quando o Sesi Vôlei Bauru engata boa sequência e, aproveitando sequência de erros do time mineiro, abre vantagem de quatro no 9/5. O Gerdau/Minas reage e corta a desvantagem para um ponto no 12/11, mas o Sesi Vôlei Bauru se recupera e volta a liderar por quatro de diferença no 16/12. Em mais uma sequência de altos e baixos na parcial, o Sesi Vôlei Bauru volta a apresentar atuação irregular e o time mineiro se aproveita e encosta no 18/17, quando o Sesi Vôlei Bauru para o jogo. No recomeço, o Sesi Vôlei Bauru consegue abrir 24/21 nos momentos decisivos e o Gerdau/Minas pede tempo. Em final emocionante, o time mineiro encosta no 24/23, mas o Sesi Vôlei Bauru não vacila no momento decisivo e fecha a parcial em 25/23.

O quarto set, a exemplo do terceiro, também começa bastante parelho. Assim foi até o 7/7, quando o Sesi Vôlei Bauru abre 9/7 e o Gerdau/Minas para o jogo. O Sesi Vôlei Bauru aumenta a vantagem para quatro no 15/11 e o time mineiro pede novo tempo. No reinício, o Gerdau/Minas diminui a desvantagem para dois no 17/15 e é a vez do Sesi Vôlei Bauru pedir tempo. O time mineiro empata no 20/20, mas o Sesi Vôlei Bauru volta a abrir vantagem no 22/20, chega ao set point no 24/21 e fecha a parcial em 25/22, encerrando o jogo em 3 a 1 e faturando o título.

Leia também