O que está buscando?
MEU SESI - Entrar

No tie break, Sesi Vôlei Bauru perde para Unilife/Maringá na Superliga 1XBET 2022-2023

Equipe bauruense estreia na competição nacional com derrota por 3 a 2 para paranaenses

 Por: Marcelo Ferrazoli, Sesi Bauru
04/11/202211:23- atualizado às 18:28 em 08/11/2022

O Sesi Vôlei Bauru estreou com derrota na Superliga Feminina 1XBET 2022-2023, nesta terça-feira à noite, no ginásio Paulo Skaf, em Bauru, ao perder para o Unilife/Maringá por 3 a 2 (23/25, 16/25, 25/14, 25/17 e 15/11). 

O próximo confronto da equipe bauruense será o clássico paulista contra o Osasco São Cristóvão Saúde, que será disputado nesta sexta-feira, 4, às 19h, no ginásio José Liberatti, em Osasco, pela segunda rodada da competição. 

O jogo 

O Sesi Vôlei Bauru iniciou o duelo com a formação titular formada por Dani Lins, Karina, Mayhara, Mayany, Thaisinha, Ivna e Leia. 

O primeiro set foi bastante equilibrado e sem nenhuma das equipes conseguir se distanciar no placar. Com 18/16 em favor do time paranaense, Marcos Kwiek pede tempo. No reinício, o Unilife/Maringá abre 19/16, mas o Sesi Vôlei Bauru empata no 19/19 e a equipe paranaense para o jogo. O duelo segue ponto a ponto, mas o Unilife/Maringá é mais eficiente nos momentos decisivos e fecha a parcial em 25/23. 

O segundo set foi amplamente dominado pelo Unilife/Maringá. Construindo larga vantagem desde o início, o time paranaense foi soberano na parcial e não deu qualquer chance de reação ao Sesi Vôlei Bauru, fechando em 25/16. 

O terceiro set foi a vez do Sesi Vôlei Bauru dominar totalmente as ações. O time bauruense se impôs desde o início assumindo a dianteira no placar e abrindo vantagem de 11 pontos no 16/5. Assim, sem oscilar e dar chances ao adversário, o Sesi Vôlei Bauru fecha a parcial em 25/14. 

O equilíbrio retornou no quarto set. Os dois times seguiram trocando pontos e sem conseguirem abrir frente confortável no placar durante grande parte da parcial. Isso até o Sesi Vôlei Bauru engatar boa sequência e chegar ao 23/16 em ótima passagem no saque da ponteira Karina, quando o Unilife/Maringá para o jogo. No reinício, o Sesi Vôlei Bauru mantém o embalo e fecha a parcial em 25/17. 

O quinto set começa com o time paranaense abrindo 3/0 e o Sesi Vôlei Bauru pede tempo. No recomeço, o Unilife/Maringá amplia para 6/2 e o Sesi Vôlei Bauru chega a encostar no 8/7, mas o time bauruense volta a oscilar e o Unilife/Maringá se aproveita e aumenta a vantagem para 11/7. Com a liderança no placar, o Unilife/Maringá ganha tranquilidade e mantém o controle das ações até fechar a parcial em 15/11. 

As maiores pontuadoras do Sesi Vôlei Bauru no confronto foram a ponteira Thaisinha, com 20 pontos, a ponteira Sabrina, com 13, a ponteira Karina, com 11, e a central Mayany, com 8. Para o técnico do Sesi Vôlei Bauru, Marcos Kwiek, a derrota “acende o sinal de alerta”. “A Superliga é uma competição longa e que permite aos times evoluírem ao longo dela e é o que precisamos fazer. Agora é estudar muito para analisarmos onde mais pecamos e seguirmos em frente”, destacou o treinador.

Leia também