Menu Site
 Por: Amanda Demétrio, Núcleo de Comunicação
04/03/2020 14:40 - atualizado às 13:57 em 22/06/2020

As equipes de goalball do Sesi-SP estão dominando o cenário da modalidade no Brasil. No último domingo (1), o grupo paulista conquistou os dois títulos da Supercopa do Brasil, tanto no feminino, quanto no masculino, em partidas realizadas no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo.

As meninas, atuais campeãs da competição e donas dos de todos os troféus possíveis no ano passado – estadual, regional, nacional e a própria Supercopa –, derrotaram a Apadv-SP e faturaram o bicampeonato do torneio nacional em decisão bastante apertada (4 a 3).

Karim Kahn/Sesi-SP

 

"É um trabalho contínuo, o primeiro campeonato do ano. A gente sabe que as equipes vêm se preparando bastante para os confrontos, e muitas crescem quando jogam contra a gente. Então, acho que esse é o nosso limite, a gente ir se desafiando cada vez mais para sempre estar buscando o lugar mais alto do pódio", afirmou a pivô Ana Gabrielly.

Depois das meninas, foi a vez do time masculino de goalball do Sesi-SP fazer bonito. Embalados pelo bom astral do grupo e recuperando os gols perdidos na derrota da primeira fase para o Athlon, o grupo comandado pelo técnico Diego Colletes reencontrou o adversário e fechou o confronto, válido pela final, em 11 a 4. Foi a primeira Supercopa do Sesi-SP, já que a edição de estreia, em 2019, teve o Santos campeão.

Karim Kahn/Sesi-SP

 

"A gente faz um trabalho muito forte no dia a dia, o Sesi nos dá uma estrutura para que estejamos sempre brigando pelo primeiro lugar", destacou o ala Parazinho, que dedicou o título ao filho, Daniel. O discurso bateu bastante com o que disse o treinador já após a entrega das medalhas. "A gente trabalha com essa questão de que cada dia é um treino, uma execução. A cada semana, fazemos uma avaliação e, dessa maneira, vamos buscando novos limites", disse Colletes.

Divulgação