O que está buscando?
MEU SESI - Entrar

Central da seleção brasileira, Lorena reforça o Sesi Vôlei Bauru

Ex-Barueri e atualmente defendendo o time brasileiro na Liga das Nações, jovem atleta acerta com equipe bauruense para disputas da temporada 2022-2023

 Por: Marcelo Ferrazoli, Sesi Bauru
08/07/202217:42- atualizado às 17:42 em 08/07/2022

O Sesi Vôlei Bauru tem mais um reforço para a temporada 2022-2023. Trata-se da central Lorena, que se destacou nas últimas temporadas no Barueri e agora defenderá a equipe bauruense. 

Lorena, que atualmente serve a seleção brasileira nas disputas da Liga das Nações de Vôlei Feminino (VNL), se integrará ao elenco que também já conta com as líberos Leia e Letícia Hemelly (Pequena), a levantadora Dani Lins, as centrais Mayany e Mayhara e as ponteiras Thaisinha, Karina e Sabrina Groth. 

A jovem Lorena Giovana Viezel tem 22 anos, 1,90 m de altura e é natural de Ponta Porã (MS). Em clubes, tem passagens pelo São José, Bradesco, Pinheiros e Barueri, onde foi um dos principais destaques do time que ficou conhecido como “Chiquititas”, ao lado da ponteira Karina, que também se transferiu ao Sesi Vôlei Bauru para a temporada 2022-2023. 

Nas seleções brasileiras, Lorena tem atuação com várias conquistas na base, tendo sido campeã mundial sub-18, campeã sulamericana sub-20 e pan-americana sub-23 e, atualmente, integra a equipe adulta profissional, que passa por processo de renovação.  

Treinos 
Após efetuar avaliações e testes físicos no elenco, o Sesi Vôlei Bauru já iniciou os treinamentos visando os preparativos para a temporada 2022-2023. 

Enquanto o técnico Marcos Kwiek cumpre calendário internacional de atividades com a seleção da República Dominicana, que se encerra em meados de outubro após o término do Mundial de Voleibol Feminino, a equipe bauruense será dirigida pelos assistentes técnicos Fabiano Kwiek e Eduardo Gonçalves, que também está à frente do time sub-21 do Sesi-SP. 

Além deles, integram a nova comissão técnica do Sesi Vôlei Bauru os preparadores físicos Ricardo Oliboni, que é bauruense e também atua na seleção dominicana, e Elder Facin, os fisioterapeutas José Bassan Franco, Keysi Dayane Alves da Silva e Augusto Louzada Rochi, a nutricionista Aline Tritto, os médicos Carlos Eduardo Moraes Matos e Roger Tedde Mansano e os auxiliares Paulo Rogério dos Santos e Renato Batista dos Santos. Prosseguem na supervisão Sérgio Negrão e Wellington Luiz Pani, além de Reinaldo Mandaliti como presidente e Jader Luiz Serni como diretor.

Leia também