Menu Site
 Por: Sesi Bauru
07/05/2019 16:07 - atualizado às 12:30 em 20/05/2019

Depois de ser recebida pelo presidente do Sesi-SP, Paulo Skaf, na sede da Fiesp, em São Paulo, o Sesi Vôlei Bauru apresentou nesta terça-feira, 7, em Bauru, a levantadora Dani Lins como reforço para a temporada 2019/2020. Após o anúncio oficial da contratação da oposta azeri Polina Rahimova, no último sábado, a levantadora também se junta ao grupo do interior paulista.

 

Danielle Rodrigues Lins dos Santos tem 1,83m de altura, 34 anos, e é pernambucana de Recife, onde iniciou sua trajetória no voleibol atuando no Sport. Também teve passagens por Osasco, Rio de Janeiro, Sesi-SP, Pinheiros e o Hinode/Barueri, equipe que defendeu na temporada passada. Primeira atleta contratada pelo Sesi-SP para integrar o recém-formado time de vôlei feminino, Dani chegou ao time da indústria em 2011 e permaneceu por três temporadas, até 2014.

 

A levantadora tem currículo recheado de conquistas. Defendendo a seleção brasileira, foi campeã olímpica em Londres 2012, tetracampeã do Grand Prix e campeã pan-americana em 2011. Em clubes, a atleta também contabiliza diversos títulos: cinco da Superliga, sendo um com Osasco e quatro com o Rio de Janeiro, e campeã sul-americana de clubes pelo Sesi-SP, em 2014.

 

A atleta ressaltou sua felicidade em voltar a defender o Sesi-SP e mostrou otimismo sobre o desempenho da equipe na próxima temporada. “Estou muito feliz de voltar ao Sesi após cinco anos. Agora mais experiente, mãe, mais paciente e mais focada nos objetivos. A expectativa é muito boa para a próxima temporada, pois estão montando um time forte, competitivo e com o objetivo de chegar à final da Superliga. É um grupo muito bom, que mistura juventude com experiência e, por isso, estou com as melhores expectativas e vibrações possíveis. Já fomos muito bem na temporada passada, quando ganhamos o Paulista e chegamos às semifinais da Superliga, mas os objetivos têm de ser maiores a cada nova temporada”, destacou a levantadora.

 

Dani Lins também revelou ter recebido outras propostas, inclusive para atuar fora do País, mas enfatizou que a estrutura oferecida pelo Sesi Vôlei Bauru e a qualidade do elenco em formação para a próxima temporada foram alguns dos fatores determinantes e que pesaram muito em sua escolha para acertar com a equipe.

 

“Prezo muito por uma boa convivência de grupo, com jogadoras de boa índole. E, quando começaram a falar nas jogadoras que pretendiam trazer, considerei que seria muito bom retornar para o Sesi. Além disso, vou estar de casa nova, porque é fora de São Paulo, onde já estou há quase dez anos morando, e será uma experiência boa com a Lara (filha de Dani Lins) morar no interior. Até brinquei que vou morar em uma casa, que era o meu sonho. Então, todos esses fatores se juntaram, como a qualidade do time, a estrutura, que já conheço, a comissão técnica e o grupo de atletas, para que eu  decidisse vir para cá”, conclui a levantadora.

 

Marcelo Ferrazoli/Assessoria Sesi Vôlei Bauru

 

 

Polina Rahimova

O Sesi Vôlei Bauru oficializou, no último sábado, 4, a contratação da oposta azeri Polina Rahimova. A atleta, que atuou no voleibol turco na temporada passada, é considerada pela crítica especializada uma das melhores atacantes do voleibol mundial e vai reforçar a equipe na temporada 2019/2020.

 

Em clubes, iniciou a carreira no Azerbaijão atuando por equipes do país no período de 2005 a 2014, passando posteriormente por times da Coreia do Sul, Japão, Itália e Turquia, onde defendeu o THY, sua última equipe antes de assinar contrato com o Sesi Vôlei Bauru.

 

E foi jogando no voleibol japonês que Rahimova, em 2015, marcou 58 pontos e estabeleceu o recorde mundial de pontos em uma só partida na modalidade. A atleta foi detentora da marca até o mês passado, quando sua compatriota Jana Kulan, também no Japão, fez 60 pontos e quebrou o recorde de pontuação em um único confronto.

LEIA TAMBÉM