Menu Site
 Por: Amanda Demétrio e Marcelo Ferrazoli, Núcleo de Comunicação
28/02/2020 14:44 - atualizado às 16:11 em 28/02/2020

Vai começar a 7ª edição da Liga Sesi-SP Treinamento Esportivo. Nos próximos nove meses, cerca de 3.500 mil jovens atletas do Sesi-SP participarão de etapas classificatórias em busca de uma vaga na grande final da competição que já é considerada uma mini olímpiada. Com o pontapé Inicial marcado para este final de semana, dias 1 e 2 de março, nos tatames do Sesi Bauru, com o judô, a Liga Sesi-SP reúne mais 10 modalidades olímpicas, como vôlei, natação, polo aquático, handebol, karate, atletismo, luta olímpica, basquete, ginástica artística e triathlon.

A competição, que será realizada em 43 unidades do Sesi-SP, marca o primeiro contato desses novos talentos do esporte com um treinamento esportivo sistematizado. A Liga funciona como um mecanismo de detecção e formação de talentos. Oferece oportunidade para que os jovens atletas possam evoluir e se aperfeiçoar tecnicamente com as experiências esportivas planejadas, o que pode resultar em seu possível desenvolvimento como atleta profissional. Mas nesta edição, além de todo esse trabalho já conhecido, o Sesi-SP trabalhará com inovações que permitam um desenvolvimento mais sólido esportivo, indo muito além dos resultados obtidos durante as etapas.

Segundo Jaqueline Leite, especialista em esporte do Sesi-SP, serão desenvolvidas atividades complementares à competição oficial, que vão desde jogos ou circuitos de habilidades específicas para cada modalidade, provas e jogos adaptados, até palestras para atletas e familiares para conscientização social.

“Estamos buscando qualificar a formação esportiva e a detecção de talentos. Para isso, entendemos que a inovação na Liga Sesi-SP Treinamento é necessária para ampliar as experiências esportivas e competitivas, de forma saudável, sempre respeitando as fases de desenvolvimento psicomotor e a maturação de cada indivíduo”, explicou.

“Verificando diversas metodologias de desenvolvimento esportivo, quanto maior as possibilidades de experiências, mais completo será o atleta – em quesitos físicos, cognitivos e psicossociais. As competições tradicionais visam principalmente o resultado da competição, e nós, na Liga Sesi-SP Treinamento Esportivo, temos a possibilidade de formatar a competição de uma forma que contribua com a construção do atleta. Nosso objetivo é que os resultados esportivos sejam consolidados nas equipes de rendimento esportivo, dando melhores condições gerais para a longevidade do atleta no sistema esportivo”, finalizou.

 

Sesi Bauru recebe a 1ª etapa da fase estadual da Liga Sesi-SP Treinamento Esportivo 2020

O Sesi Bauru recebe neste sábado (29) e domingo (1º), a 1ª etapa da fase estadual da Liga Sesi-SP Treinamento Esportivo de Judô 2020. A competição reunirá cerca de 500 atletas das unidades do Sesi Bauru, Birigui, Botucatu, Campinas, Cruzeiro, Cubatão, Diadema, Franca, Indaiatuba, Itapetininga, Ribeirão Preto, Sorocaba, Taubaté, Votorantim, Araçatuba, Piracicaba, Limeira, Santo André e São Bernardo do Campo.

Exemplos do sucesso desta iniciativa não faltam na equipe de Rendimento Esportivo de judô do Sesi-SP. Mais da metade dos seus atuais 45 atletas já integraram o Treinamento Esportivo e, por conta disso, também já disputaram a Liga Sesi-SP, como o pesado Guilherme Cabral. “Já lutei a antiga Liga de Treinamento e também a atual Liga Sesi-SP e a evolução que tive com essas competições foi grande e de extrema importância. São competições de nível forte e que ajudam a motivar a nova geração de atletas para um crescimento no esporte e até mesmo pessoal. Eu amava lutar nelas, pois me sentia muito valorizado, e hoje estar de fora e ajudar as crianças que estão lá não tem preço que pague”, ressalta o judoca.

A meio-pesado Laislaine Sampaio da Rocha também recorda com carinho e destaca a importância da Liga Sesi-SP em seu processo de formação como judoca. A judoca enfatiza que foi logo após participar da Liga Sesi-SP Treinamento Esportivo que iniciou o sonho de integrar o Rendimento Esportivo.

“Me lembro de ver todos os atletas do Rendimento, um ao lado do outro, e o técnico falando dos resultados. Um dos pontos que mais me chamou a atenção eram as viagens, pois, mesmo que fossem aqui próximas a Bauru, eu pensava comigo: que legal, eles viajam! Foi quando eu disse para mim mesma: eu quero um dia ser do Rendimento! Como sempre falo, o Sesi-SP, através dos programas Atleta do Futuro e Treinamento Esportivo, me deu a oportunidade de sonhar”, conclui.

A programação na unidade do Sesi Bauru, na Rua Rubens Arruda, 8-50, começa no sábado (29/2) com a recepção das delegações e a pesagem dos atletas, com a abertura e início das lutas previstas para domingo (1/3) de manhã. O público poderá acompanhar todas as etapas com entrada gratuita.

 

Saiba mais sobre a Liga Sesi-SP Treinamento Esportivo

Desde 2013, a Liga Sesi-SP Treinamento Esportivo celebra um ano inteiro dedicado à formação de futuros atletas. Trata-se de um dos maiores eventos esportivos promovidos por uma instituição privada que aposta, entre outras áreas de atendimento, na promoção ao talento esportivo.

Na edição de 2019, 1200 competidores participaram das finais em 10 modalidades olímpicas: basquete, handebol, atletismo, ginástica artística, polo aquático, judô, luta olímpica, karatê, vôlei e natação.

 

O programa de Treinamento Esportivo do Sesi-SP

Aposta da instituição para a formação de novos atletas, o Treinamento Esportivo é a área intermediária entre o Programa Atleta do Futuro, de promoção da formação e cultura esportiva, e o Rendimento Esportivo, de atletas profissionais.

O projeto oferece a jovens de 10 a 20 anos a oportunidade de um primeiro contato com o treinamento esportivo sistematizado e a participação em competições. Um trabalho de detecção e retenção de talentos iniciantes contribuindo para o seu desenvolvimento como possível atleta. Tudo isso com a filosofia Sesi-SP de disseminar os valores positivos do esporte.

LEIA TAMBÉM