Menu Site
 Por: Núcleo de Comunicação
13/05/2019 15:40 - atualizado às 13:36 em 20/05/2019

A disputa da grande final do NBB Caixa 2018/19 já tem o primeiro classificado. Na noite da última sexta-feira (10/5) o Sesi Franca Basquete recebeu o Mogi das Cruzes/Helbor no Ginásio Pedrocão e, com placar de 108 a 100, dominou a partida do início ao fim e fechou a série semifinal melhor de cinco jogos em 3 a 0. Com o resultado positivo, o grupo comandado pelo técnico Helinho chegou pela segunda vez em sua história à disputa da final – a primeira havia sido na temporada 2010/2011.

Autor de 24 pontos na partida que rendeu a vaga para a final à equipe francana, Lucas Dias mais uma vez foi um dos grandes destaques. No apanhado geral da série semifinal, o ala/pivô francano alcançou nos três jogos médias de 23,3 pontos, 4,3 rebotes e 22,3 de eficiência.

“Tenho que agradecer a minha equipe. Estamos de parabéns. O time conseguiu me achar durante o jogo todo. Acredito muito em todos meus companheiros, não importa se eu fui o cestinha ou não, mas sim que a equipe está totalmente junta. Eles aproveitaram meu bom momento e souberam me explorar. Tudo que estou conquistando agora não é só meu, mas deles também”, afirmou Lucas.

Para o técnico Helinho, que esteve presente na final de 2010/11 como atleta e hoje retorna como técnico para a disputa de mais um troféu, o sucesso de sua equipe vem do trabalho coletivo.

“Nosso principal mérito é ter discernimento e comprometimento para ter uma consistência defensiva. Hoje estivemos um pouco abaixo, mas o Mogi também esteve um pouco acima da normalidade ofensiva. Além de ter a consciência de que o grupo está acima de nós todos, o grupo é a principal razão do nosso sucesso. Quando a gente tem um grupo que pensa coletivamente, isso nos dá muita confiança para trabalhar cada dia mais em busca dos nossos objetivos, e esse grupo é muito merecedor”, completou o treinador.

Mesmo sem saber qual time será o oponente na grande final, o Sesi Franca Basquete, primeiro colocado na fase de classificação, terá a vantagem do mando de quadra na decisão, com os jogos 2, 3 e 5 sendo disputados no ginásio do Pedrocão. Pela outra chave da série semifinal, Flamengo e Botafogo seguem medindo forças e voltam a se encontrar nesta terça-feira (14/5), às 20 horas, no ginásio Oscar Zelaya, em General Severiano, no jogo 4 da série melhor de cinco jogos.

Newton Nogueira/Franca

 

LEIA TAMBÉM