Menu Site

12 boas práticas de alimentação durante a pandemia do Coronavírus

A especialista em Nutrição do SESI-SP, Michelle Bedolini, informa que não há nenhuma orientação específica, validada pela ciência, de alimentação para prevenção do vírus ou quem está com Covid-19. No entanto, a nutricionista dá algumas dicas para ficarmos atentos em caso de confirmação da doença ou simplesmente nos momentos de isolamento social para evitar a disseminação do vírus.

1 – Se alimentar de forma saudável, mantendo o número de refeições adequadas como café da manhã, almoço e jantar. Se possível, inserir os lanches nesses intervalos.

2 – Faça refeições com todos os nutrientes possíveis. Nas grandes refeições, incorpore sempre alimentos do grupo dos carboidratos (como arroz, macarrão, batata, mandioca), uma proteína (carnes, peixes e ovos) e frutas, verduras e legumes, devidamente higienizados e em grandes quantidades. Metade do prato deve conter o carboidrato e a proteína, na outra, as verduras e legumes, alimentos ricos em substâncias bioativas, micronutrientes e fibras. Uma dica no caso das proteínas é que elas devem estar bem passadas (bem cozidas). Evite comê-las cruas ou mal passadas neste momento.

3 – Inclua lanches saudáveis como frutas, cereais como a aveia, castanhas, nozes e frutas secas

4 – Não há nenhuma restrição de alimentos naturais. Coma de tudo.

5 – Preocupe-se com a higiene dos alimentos, seja alimentos in natura, industrializados e até mesmo o que são entregues na sua casa pelo supermercado. Higienize as embalagens adequadamente antes de guardar o produto na geladeira ou armário. Essa dica vale para todo mundo.

Chegou com os alimentos da feira:

  • Retire-os da embalagem.
  • Lave-os com água corrente para a retirada, por exemplo, de terra.
  • mergulhe-os em solução clorada, que pode ser água sanitária, que tenha indicação na embalagem para o uso com alimentos (composição: hipoclorito de sódio e água, sem acréscimo de sabão ou outras substâncias), ou hipoclorito de sódio disponível em postos de saúde. Para cada litro de água, utilize uma colher de sopa de água sanitária ou então 10 gotas do hipoclorito de sódio ou siga a recomendação do fabricante.
  • Deixe essa solução apurar por 10 minutos.
  • Só depois, insira os alimentos e deixe-os por 15 minutos ou siga a recomendação do fabricante.
  • Retire-os dessa solução (não a reutilize) e enxague os alimentos com água potável.
  • Antes de guardar na geladeira em sacos plásticos limpos, tire a umidade, com um papel toalha ou numa centrífuga manual.
  • Consuma-os em até três dias.

Embalagens: o álcool 70%  é indicado para higienizar as embalagens dos alimentos industrializados. Coloque-o em um borrifador, passe na embalagem e deixe evaporar.

Antes de iniciar o processo de higienização dos alimentos, lave as mãos corretamente, seguindo as recomendações do Ministério da Saúde e nunca leve a mão à boca e ao nariz durante o processo de manipulação de alimentos. A lavagem das mãos deve ser frequente conforme orientações fortemente divulgadas pelas autoridades de saúde.

Se você fizer todas essas etapas, pode ter confiança na ingestão de alimentos crus.

 

6 – Hidrate-se! Beba de 2 a 3 litros de água diariamente. Tudo vai depender do seu peso. Se tenho 60 kg, bebo 2 L, se tenho mais próximo dos 80 kg, bebo 3 L. Uma maneira fácil de reconhecer se estamos ingerindo a quantidade adequada de água é analisando a cor da urina. Quanto mais amarelada ou marrom, mais desidratada a pessoa estará. O ideal é que a urina esteja bem transparente.

Beba água, evite refrigerantes! Sempre água filtrada, seja para beber ou fazer gelo. Durante as refeições, evite ingerir líquidos!

 

Não lembra de beber água quando está em casa? Trace estratégias. Coloque um squeeze ao seu lado ou baixe alguns aplicativos de celular que sinalizam sobre a hora de beber água.

7 –  Não compartilhe os utensílios de consumo alimentar. Separe prato, copo, talheres para cada pessoa neste período de isolamento. Se estiver com o Coronavírus, deverá ficar totalmente isolado e  comer no local definido para o período de quarentena. 

8 – Evite utensílios de madeira. Eles absorvem umidade e ajudam na proliferação de micro-organismos.   

9 – Não compartilhe alimentos. Cada um com seu prato, sua fruta ou seu sanduíche. Nada de garfadas na comida do outro.  

10 – Mantenha os alimentos refrigerados. As sobras das preparações (aquelas da panela e não do prato) podem ficar até três dias nas partes mais altas da geladeira. Os alimentos crus, podem ficar nas partes mais baixas e gavetas. Na porta, podem estar armazenados os molhos, conservas e alimentos com grande quantidade de sal. Laticínios, como queijos, carnes  e ovos ficam na parte superior. Siga as recomendações das embalagens de cada alimento sobre a sua conservação.

11 – Troque com frequência a sua esponja de lavar louça. Se possível, a cada semana. Uma vez por dia, mergulhe-a por 15 minutos naquela solução clorada, mas com o dobro da proporção indicada na dica número 5 ou de acordo com a recomendação do fabricante..

12 – Higienize a sua lixeira! Jogue o lixo para a coleta frequentemente e lave a lixeira com água e sabão. Deixe-a sempre tampada. Depois de manusear a lixeira, lave as mãos.

LEIA TAMBÉM