Menu Site
 Por: Núcleo de Comunicação

A competição consiste em lançar as bolas coloridas o mais perto possível de uma branca (jack ou bolim). Os atletas ficam sentados em cadeiras de rodas e limitados a um espaço demarcado para fazer os arremessos. É permitido usar as mãos, os pés e instrumentos de auxílio, e contar com ajudantes (calheiros), no caso dos atletas com maior comprometimento dos membros. No Brasil, a modalidade é administrada pela Associação Nacional de Desporto para Deficientes (ANDE).

A cada ano o projeto tem trazido excelentes resultados, ajudando no crescimento do esporte paralímpico nacional e contribuindo para seu crescimento internacional. O SESI-SP foi a entidade com o maior número de atletas convocados para os Jogos Parapan-Americanos de Toronto, em 2015, com 15 participações.

A Instituição acredita no esporte paralímpico brasileiro e investe na formação de novos atletas. Com um projeto pioneiro é a única instituição no Brasil com uma equipe de alto rendimento, masculina e feminina, de bocha paralímpica. Os investimentos foram considerados referência pela Organização Desportiva Paralímpica (ODP).

 

Criada em 2011 | Equipe base na unidade de Suzano.

 

ATLETAS

 

 

EM BREVE LISTA DOS ATLETAS DO SESI-SP!