Skaf destaca vontade de vencer mostrada por atletas de vôlei do Sesi-SP - Notícia - SESI SP

Skaf destaca vontade de vencer mostrada por atletas de vôlei do Sesi-SP

05/09/2017 - Esporte

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

A temporada 2017/18 de vôlei começou com vitórias para o vôlei do Sesi-SP, com a conquista da Copa São Paulo pelo time masculino e da Taça Ouro pelo feminino. As duas equipes foram recebidos em almoço nesta terça-feira (5 de setembro) por Paulo Skaf, presidente do Sesi-SP e da Fiesp.

Num bate-papo descontraído entre atletas, técnicos, diretores e gestores das entidades, Skaf parabenizou os grupos pela dedicação e entrega desde o primeiro dia da nova temporada. “Estou muito feliz em receber todos aqui. E mais feliz ainda em sentir que nós estamos integrados. Sinto todo mundo com olhar vibrante, de vontade, de querer vencer. Vocês são exemplos.”

Skaf ainda explicou para os atletas o peso e a importância dos nomes Fiesp e Sesi nas camisas. “Quando começamos a investir nas equipes de rendimento, foi para ajudar o esporte, e a camisa que vocês estão usando hoje é um pouco diferente. A Fiesp que está estampada aí é uma instituição que pensa Brasil, respira Brasil e luta pelo Brasil. E o Sesi-SP, que domina esta camisa, faz bem a milhões de crianças e adultos que passam ou já passaram pelas nossas escolas, seja na área da educação, esporte ou qualidade de vida.”

Com a chegada dos campeões olímpicos William Arjona e Lipe, além do técnico Rubinho, o grupo masculino - que ainda conta com a permanência de Lucão e Douglas Souza, atuando agora pela seleção brasileira - deu o pontapé inicial com a conquista do sexto título da Copa São Paulo.

“A equipe toda está almejando muita coisa bacana para esse ano. Estamos preparados para brigar por títulos importantes, estar no topo, e começamos bem. Temos um grupo bem interessante, desde atletas campeões olímpicos até meninos em desenvolvimento. Sou muito grato por retornar a minha cidade natal e vestir essa camisa. Espero retribuir tudo isso num futuro próximo”, explicou William, estreante na equipe paulista.

Rubinho, também estreante na equipe, foi outro a elogiar o projeto e agradecer pela oportunidade. “É sempre bom ter este contato e aproximação com todos da casa. Eu me senti ambientado rapidamente por conhecer os atletas, membros da comissão e a própria estrutura, sempre como adversário, mas confesso que me senti surpreso ao conhecer a fundo. Vi que podemos crescer muito no voleibol aqui dentro. Pensamos de forma igual quando o assunto é esporte e educação, e isso me anima ainda mais.”

Paulo Skaf com o time masculino de vôlei do Sesi-SP 
Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Já no feminino, após uma atuação atípica no último ano, o grupo comandado pelo técnico José Rodolfo Lino precisava vencer a Taça Ouro para recuperar sua vaga na elite do vôlei nacional. Com a repatriação da oposta Neneca, que estava no vôlei turco, e a chegada da ponteira Nikolle, das centrais Marjorie, Dani Suco e Raquel, da líbero Érika e da levantadora Pri Heldes, que retorna ao time da capital paulista após uma temporada no Fluminense, o Sesi-SP mostrou sua força em quadra e ficou com um dos principais títulos desse ano.

“É sempre muito bom poder voltar. Fui muito feliz na temporada que estive aqui e agora poderei trabalhar com a equipe mais uma vez. O grupo é novo, mas já começamos bem, recuperamos a vaga e o status do Sesi-SP na Superliga. Um time como este não poderia ficar de fora da principal competição nacional”, comentou a levantadora e capitã da equipe Pri Heldes.

No comando da jovem equipe, um jovem técnico. José Rodolfo Lino pode ser novo no papel de liderar um grupo, porém já é um velho conhecido do Sesi-SP. Iniciando como assistente do time juvenil, Lino, como é conhecido, passou para a equipe adulta como auxiliar, e pouco tempo depois, na última temporada, chegou à equipe feminina como assistente técnico, chegando agora ao posto de técnico.

“É um prazer muito grande estar aqui hoje. Agradeço pela oportunidade que estão me dando de assumir esta equipe tão conhecida e forte que é o Sesi-SP. Comecei na base e fui evoluindo como muitos atletas aqui. Felizmente nós já começamos bem a temporada e seguimos nos desenvolvendo”, comentou o treinador.

Walter Vicioni, superintendente do Sesi-SP, destacou o grande papel da instituição no cenário esportivo. “Eu acho que vocês, assim como eu, vão sentir muito orgulho de fazer parte deste trabalho. Queremos sempre agir, servir de exemplo e vencer”, finalizou.