Sesi-SP vence o Juiz de Fora no primeiro jogo em casa pela Superliga masculina de vôlei - Notícia - SESI SP

Sesi-SP vence o Juiz de Fora no primeiro jogo em casa pela Superliga masculina de vôlei

04/11/2017 - Esporte

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

Voltando a jogar no ginásio da Vila Leopoldina após sete meses fechado para reforma, o grupo masculino do Sesi-SP voltou para casa. O time comandado pelo técnico Rubinho venceu na noite deste sábado (4 de novembro) o Juiz de Fora Vôlei por 3 a 0 (25/21, 25/14 e 25/14). O resultado deixa o Sesi-SP na segunda colocação, com 12 pontos.

Após aumentar a capacidade do ginásio para 2.000 lugares, o vôlei masculino do Sesi-SP voltou a receber sua torcida em casa. E foi feliz. Mesmo com o jogo começando melhor para os adversários, que abriram o placar e dominaram a parcial até os 15 pontos, foram os meninos da Leopoldina que ficaram com o resultado. Lipe cravou uma sequência de três saques, enquanto o central Lucão fechou a parede e ajudou o grupo na virada do placar.

Abrindo o segundo set com um ace, os comandados do técnico Rubinho não deram vez para o Juiz de Fora. Diferentemente do início da partida, quando os mineiros incomodaram, a segunda parcial foi dominada pelo Sesi-SP. Lipe manteve a força no saque e deu trabalho. Alan atendeu aos comandos do levantador William com responsabilidade e cravou bolas importantes.

Colocando todo mundo em ação, o técnico Rubinho chamou para o jogo o central Aracaju e o ponteiro Piá no lugar de Gustavão e Lipe e obteve sucesso. Bem entrosados, os meninos que vieram do banco não deixaram o rendimento da equipe cair e levantaram a torcida. Lucão manteve a eficiência no bloqueio, enquanto Piá, Renato e Franco davam conta do ataque, levando o time paulista a mais uma vitória.

“Jogar em casa é sempre muito bom, ter o apoio da nossa torcida ajuda demais. Eu cheguei ao Sesi-SP nesta temporada e me sinto muito bem recebido. Torcida, companheiros de time e isso que nos levará longe, esse companheirismo. Começamos muito bem essa temporada, e só temos a melhorar”, comentou o oposto Alan. O atleta ainda ficou com o troféu VivaVôlei.

O Sesi-SP entrou em quadra com  o levantador William, o oposto Alan, os centrais Lucão e Gustavão, os ponteiros Lipe e Renato e o líbero Pureza. Entraram Vaccari, Evandro, Franco, Aracaju e Piá.

Além da vitória dentro de quadra, o time masculino do Sesi-SP e a torcida também puderam comemorar fora das quatro linhas. Na última sexta-feira (3), Murilo teve sua defesa acolhida e está liberado para retornar às quadras. O atleta do Sesi-SP já recebeu autorização para voltar aos treinamentos e poderá atuar pelo time paulista a partir do próximo mês, em 9 de dezembro.

Depois de reforma de sete meses, equipe de vôlei do Sesi-SP volta a jogar na Vila Leopoldina 
Foto: Helcio Nagamine/Fiesp