Sesi-SP é 4º no masculino e 5º no feminino no Brasil Open de Polo Aquático - Notícia - SESI SP

Sesi-SP é 4º no masculino e 5º no feminino no Brasil Open de Polo Aquático

19/06/2017 - Esporte

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiedsp

Após oito dias de disputas na piscina do Maria Lenk, no Rio de Janeiro, terminou neste domingo (18 de junho) o Brasil Open de Polo Aquático, competição organizada pela Liga Brasileira da modalidade (PAB), com a participação das melhores equipes do país. O Sesi-SP enfrentou partidas eletrizantes e voltou para casa com a quarta colocação no masculino e a quinta no feminino.

O grupo comandado pelo técnico André Avallone passou com vitória sobre o Flamengo nas quartas de final (8x7) e encontrou outro carioca nas semifinais. Sesi-SP e Botafogo fizeram uma partida equilibrada, mas dessa vez foram os donos da casa que levaram a melhor (9x6). Na disputa pelo terceiro lugar, um velho clássico paulista tomou conta do Maria Lenk. O Sesi-SP reencontrou o Pinheiros em mais uma etapa decisiva de campeonato, e após uma disputa eletrizante, decidida no detalhe, os adversários levaram a melhor com um gol de diferença (12x11), deixando a equipe da Vila Leopoldina na quarta colocação.

Sesi-SP foi quarto no masculino do Brasil Open de Polo Aquático 
Foto: M1ND | Lucas Sawaya

“O Brasil Open deste ano foi um dos melhores campeonatos que disputei, com nível técnico altíssimo. Pudemos ver todas as equipes reforçadas, com muita disposição e com chances de vencer. Nós participamos com uma equipe jovem e renovada, e mesmo com as mudanças fizemos bons jogos contra todos, demos conta do proposto. Fiquei muito feliz com o resultado do Sesi-SP no geral, como também com a evolução coletiva e individual dos atletas”, comentou o técnico Avallone ao final da competição.

Nas premiações individuais, Bernardo Reis (marcador) e Rudá Franco (atacante) foram os nomes da indústria citados para compor a seleção da competição. Anderson Ferreira, o Cirilo, ficou com a quarta colocação na relação dos goleiros menos vazados, com 50 gols sofridos. Rudá foi o artilheiro do Sesi-SP, com 15 gols.

Pelo feminino, o grupo jovem comandado pelo técnico Fagner Máximo, assim como no masculino, fez partidas disputadas e fortes contra times reforçados e acostumados com a pressão de uma disputa nacional. “Nós terminamos esse Brasil Open na quinta colocação, porém foi uma boa experiência muito boa para nós, fizemos jogos duros. Sabemos que pecamos em alguns detalhes, mas acreditamos que esses detalhes foram importantes para poder melhorar cada vez mais e chegar cada vez mais forte e preparadas para os próximos que virão”, comentou o treinador.

Quinto lugar no feminino para o Sesi-SP no Brasil Open de Polo Aquático 
Foto: M1ND | Lucas Sawaya