Parapan-Americano de Jovens começa nesta segunda-feira e conta com 8 atletas do Sesi-SP - Notícia - SESI SP

Parapan-Americano de Jovens começa nesta segunda-feira e conta com 8 atletas do Sesi-SP

20/03/2017 - Esporte

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

A partir desta segunda-feira (20/3), as atenções se voltam para o Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, na capital paulista, agora como sede dos Jogos Parapan-Americanos de Jovens 2017. Durante seis dias, oito atletas do Sesi-SP, convocados pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), farão parte da delegação brasileira em quatro modalidades. O país será representado por 174 atletas, que competirão em 12 modalidades.

O Sesi-SP terá em ação três competidores do atletismo, Samuel Eckert, Crystoffer Firmino e Gabriela Mendonça, além do atleta-guia Douglas Mendes e do técnico Daniel Biscola. Na bocha, Lucas Ferreira e o calheiro Adriano Pereira representam o Brasil e a indústria a partir desta terça-feira. Pelo vôlei sentado feminino serão Edwarda Dias e Esther Forasteiro, enquanto no masculino Gabriel Lima integra a equipe verde e amarelo. Também em ação a partir de amanhã, Wallace Lirio, acompanhado do técnico Diego Colletes, fecha o grupo da indústria na competição.

Estreante em competições internacionais, Crystoffer Firmino, de apenas 16 anos, não esconde a ansiedade em encontrar os adversários e disputar suas provas no atletismo. Antes de chegar nos 400, 800 e 1.500m rasos, o atleta já passou por rapel, tirolesa, basquete, ginástica olímpica e natação. Desde os quatro anos na vida esportiva contando sempre com a presença e apoio dos pais, Crystoffer não se abalou, mesmo ao descobrir, com sete anos, um cisto que comprometia ¼ de seu cérebro.

Aluno do PAF (Programa Atleta do Futuro do Sesi-SP) a partir dos 14, o jovem logo se destacou no atletismo e com apenas três meses de prática evoluiu e seguiu para o rendimento olímpico. Com um ano migrou para o rendimento paralimpico, se profissionalizou e hoje aos 16 anos chega em sua primeira convocação.

“Estou muito feliz com a minha evolução e com essa convocação. Criamos um pouco de ansiedade, o que acho normal. É mais uma curiosidade em saber como será lá, como serão os competidores dos outros países e como vou me sair.”

No Sesi-SP desde 2009, as modalidades de rendimento esportivo paralímpico promovem a inclusão de pessoas com deficiência por meio do esporte. O voleibol sentado foi a primeira atividade, iniciada na cidade de Suzano. Desde 2011 a unidade investe em bocha paralímpica, futebol de sete para paralisados cerebrais e atletismo para cadeirantes. Com o avanço do projeto, outras unidades do Sesi-SP passaram a receber as modalidades adaptadas. Santo André desenvolve o atletismo, e Mogi das Cruzes, o goalball masculino e feminino para deficientes visuais.

Cronograma (horário de Brasília)

Bocha (Lucas Ferreira e Adriano Pereira - calheiro)
21/3 – a partir das 10h

Goalball Masculino (Wallace Lirio)

21/3 – a partir das 9h

Vôlei Sentado Masculino (Gabriel Lima)

21/3 – a partir das 9h

Vôlei Sentado Feminino (Edwarda Dias e Esther Forasteiro)

21/3 – a partir das 13h

Atletismo (Gabriela Mendonça, Samuel Eckert e Crystoffer Firmino)

21/3 – 16h38, Samuel (5.000m – T13)

22/3 – 14h30, Gabriela (100m – T12)

           15h40, Crystoffer (800m – T38)

23/3 – 14h30, Samuel (400m – T13)

           15h, Crystoffer (400m – T38)

24/3 – 14h18, Gabriela (400m - T12)

           15h08, Samuel (1.500m – T13)

           15h25, Crystoffer (1.500m – T38)