Nadadores do Sesi-SP encerram com saldo positivo primeira fase de intercâmbio no Japão - Notícia - SESI SP

Nadadores do Sesi-SP encerram com saldo positivo primeira fase de intercâmbio no Japão

16/11/2017 - Esporte

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

O intercâmbio da equipe de natação do Sesi-SP no Japão segue a todo vapor. Após uma semana de treinos com a seleção japonesa no JISS (Japan Institute of Sports  Sciences), um dos principais centros de treinamento de Tóquio, Etiene Medeiros, Daynara de Paula, Clarissa Rodrigues, Raphael Rodrigues e Matheus Gonche participaram do primeiro compromisso em águas japonesas.

De olho na preparação para a Olimpíada de 2020, os brasileiros entraram na piscina de Tóquio para a etapa da Copa do Mundo do Japão. Campeã mundial e finalista olímpica, Etiene Medeiros fez bonito e levou a medalha de prata na final dos 50m costas. Com o tempo de 26s34, Etiene bateu apenas 0s10 depois da australiana Emily Seebohm, que fez 26s24, na final. A japonesa Mayuko Mori fez 26s56 e completou o pódio da prova.

Na sequência, a pernambucana voltou para a água, e na companhia dos companheiros de equipe, Daynara de Paula e Raphael Rodrigues, além do Nelson Junior, atleta do Unisanta, garantiu mais uma medalha. O grupo brasileiro disputou o revezamento 4x50m medley misto e ficou com o bronze ao marcar 1m39s90. As equipes da Austrália e dos Estados Unidos ficaram com o ouro (1m39s05) e a prata (1m39s83).

No primeiro dia de provas, os atletas do Sesi-SP ainda participaram de outras duas finais. Daynara ficou com o sexto tempo (25s97) nos 50m borboleta feminino, e Raphael Rodrigues terminou em oitavo (57s96) nos 100m peito. Já no segundo dia de provas, mesmo sem medalhas, Clarissa Rodrigues fez o seu melhor tempo pessoal nos 100m medley (1.03:23) e nos 100m borboleta (59.27). Raphael Rodrigues caiu na água nas eliminatórias dos 50m peito e também melhorou sua marca pessoal, agora com 26.48.

“O objetivo de ter vindo para o Japão era para desenvolver esse intercâmbio neste país que é muito bem desenvolvido na natação. Já é o terceiro ano que a gente vem para cá, viemos em 2013 e 2014 e foi muito importante no processo de formação das meninas no último ciclo olímpico. E agora também tem feito muito bem. Fizemos uma etapa excelente, com tempos individuais interessantes e medalhas”, comentou o técnico Fernando Vanzella, que ainda foi escolhido para treinar as atletas japonesas junto com os brasileiros.

“O Japão tem uma disciplina muito forte, então quando a gente vem para cá acaba absorvendo bastante isso na rotina do atleta. Pudemos treinar e interagir com as principais nadadoras do estilo costas do Japão, e isso foi uma experiência muito interessante, construtiva”, finalizou.

Agora, o grupo comandado pelos técnicos Fernando Vanzella e Renato Balan segue para Cingapura, onde participa de mais uma etapa da Copa do Mundo em piscina curta. As provas acontecerão nos dias 18 e 19 de novembro.

Balanço positivo na primeira fase do intercâmbio no Japão para a natação brasileira 
Foto: Divulgação/Sesi-SP