Karoline Siqueira do Lago vence o concurso Sesi Chef - Notícia - SESI SP

Karoline Siqueira do Lago vence o concurso Sesi Chef

11/11/2017 - Qualidade de Vida

Agência Indusnet Fiesp

Na final do concurso culinário Sesi Chef, quem se saiu melhor na preparação de uma releitura do baião de dois foi Karoline Siqueira do Lago (23 anos), de Santo André. Ela venceu a prova neste sábado (11 de novembro) em Campinas contra Rene Moreira de Castro (29 anos), de Piracicaba, e ficou com o título de melhor cozinheira amadora do Estado de São Paulo.

Foram quatro meses de competições em todo o Estado, com mais de 900 receitas inscritas. A competição, que combina alimentação saudável, econômica e sustentável, seguindo os conceitos do Programa Alimente-se Bem, fez a escolha a partir dos seguintes critérios: sabor, a escolha dos ingredientes, a apresentação do prato, o aproveitamento total do alimento, a criatividade com que o participante propõe a redução do desperdício, se o prato é saudável e se tudo isso está alinhado com o menor custo de preparação.

Karoline Siqueira do Lago, vencedora do Sesi Chef 
Foto: Nina Proci/Fiesp

O primeiro lugar foi premiado, no decorrer de toda a competição, com o valor total de R$ 7.000, e o segundo lugar, com R$ 5.000. Os dois melhores receberão ainda um fogão Atlas, top de linha, cada um. No total, foram distribuídos mais de R$ 40.000 em prêmios.

O concurso foi dividido em quatro etapas, sendo a primeira a inscrição das receitas no site, avaliadas por uma comissão técnica constituída pelo Sesi-SP, que selecionou 384 receitas para a etapa local, envolvendo 32 unidades do Sesi-SP. As 64 receitas selecionadas no Combate Local foram publicadas no livro do Sesi Chef, e 32 concorrentes que passaram para a fase Regional receberam cada um R$ 500,00 e um kit de livros de nutrição do Sesi-SP. Na fase Estadual, os oito que seguiram na disputa ganharam mais R$ 1.500,00.

Sobre o Alimente-se Bem

Criado pelo Sesi-SP em 1999, utiliza os alimentos integralmente e tem como proposta realizar refeições saborosas e nutritivas sem gastar muito. Seus princípios foram determinados a partir de pesquisas realizadas por nutricionistas da entidade, que observaram hábitos alimentares de trabalhadores de indústrias do Estado.