Vôlei do Sesi-SP fica com o vice na Copa São Paulo feminina

Equipe foi derrotada por 3 sets a 1 pelo time do Esporte Clube Pinheiros

Juan - 27/08/2014

Juan Saavedra, Agência Indusnet Fiesp, de Sorocaba

Na primeira decisão da temporada 2014/15, a equipe feminina de vôlei do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) não superou o maior entrosamento do time do Esporte Clube Pinheiros e ficou com o vice-campeonato da Copa São Paulo. As rivais venceram a partida por 3 sets a 1 (25/20, 25/19, 18/25 e 25/16) no ginásio Gualberto Moreira, em Sorocaba. O Sesi-SP vinha de um bicampeonato na competição, tendo como adversário o Pinheiros.

Na avaliação da levantadora Carol Albuquerque, a equipe foi muito irregular desde o primeiro parcial diante de uma equipe que mostrou muito volume de jogo. “Nós não conseguimos botar muita pressão nelas e é difícil jogar sempre atrás do placar”, explicou. “Temos muita coisa para arrumar.”

A central Bia disse que o time jogou muito abaixo do seu potencial. “Hoje foi um dia meio atípico. Vínhamos treinando muito bem”, lamentou a jogadora, que no entanto mostrou esperança com o desempenho na temporada. “Tem a Fabiana e a Monique para chegar [da seleção brasileira]. Essa equipe tem tudo para ir bem.”

Atletas exibem a medalha de prata após jogo em Sorocaba
Foto: Everton Amaro/Fiesp

Segundo a ponteira Suelle, a equipe começou devagar e durante o jogo foi tentando encontrar a formação ideal. “Faz parte. Agora, é corrigir os erros para o Campeonato Paulista.”

Na opinião da líbero Suelen, o que ganha jogo é a atuação em fundamentos como saque e passe. “Nosso time sacou mal e passou muito mal. E o Pinheiros foi o contrário: sacou muito bem, passou muito bem. A [levantadora[ Macris jogou com o passe na mão e fez o jogo dela. Agora, é trabalhar para o Paulista.”

A partida marcou a estreia de um novo uniforme com o brasão da suçuarana que simboliza o espírito guerreiro das equipes de alto rendimento do esporte do Sesi-SP.

O jogo

O Pinheiros começou melhor e abriu 08/03 após um ace de Vívian. A equipe do clube paulistano seguiu bem, com Macris explorando as jogadas com Renatinha e Ellen e chegou à segunda parada técnica  obrigatória com seis pontos de vantagem: 16/10. Talmo ainda tentou a inversão com as entradas de Liz e Carol Albuquerque, e a equipe teve uma ligeira melhora, mas não o suficiente para frear o Pinheiros, que fechou o primeiro set em 25/20.

Forçando o saque, o Pinheiros manteve o ritmo no segundo set e abriu boa vantagem, chegando a 16/11. Ainda sem se encontrar, o Sesi-SP perdeu por 25/19.

Mais equilibrado, o terceiro set teve reação do Sesi-SP. Depois de começar em desvantagem na primeira parada obrigatória (08/06), o Sesi-SP melhorou e virou o jogo em 14/12. O Sesi-SP conseguiu ampliar a vantagem para 22/16 com a ponteira Mari Casemiro, que marcou o ponto final do terceiro set: 25/18.

Notícias Relacionadas