Time feminino do Sesi-SP sofre derrota no segundo jogo da Superliga 2015/16

Equipe forçou o tie break, mas não conseguiu segurar o Rio do Sul/Equibrasil

Alice - 18/11/2015

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

Em partida equilibrada, válida pela segunda rodada da Superliga feminina de vôlei, o time do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) acabou derrotado na noite desta terça-feira (17), pelo Rio do Sul/Equibrasil, no ginásio Artenir Werner. A equipe da Vila Leopoldina não conseguiu segurar o adversário, que venceu no tie break por 3 sets a 2 (25/23, 15/25, 19/25, 25/21 e 15/12).

Na primeira partida fora casa e segunda pela Superliga 2015/16, a equipe do Sesi-SP enfrentou um jogo equilibrado e difícil contra as catarinenses. Após ficar atrás no primeiro set, o time da Vila Leopoldina virou a placar em dois sets a um, mas não segurou a força do adversário, que jogou em casa e garantiu a segunda vitória consecutiva.

Com 18 pontos, Jaqueline foi a maior pontuadora, seguida pelas centrais, Fabiana com 16 e Bia (12). Pelo Rio do Sul/Equibrasil, a central Camila Paracatú foi um dos destaques, também alcançou os 18 acertos e levou o Troféu Viva Vôlei.

Fabiana (foto) fez 16 pontos na segunda partida pela Superliga. Foto: Clóvis Eduardo Cuco/Rio do Sul  
Fabiana (foto) fez 16 pontos na segunda partida pela Superliga.
Foto: Clóvis Eduardo Cuco/Rio do Sul
 

O Sesi-SP entrou em quadra com Fabiana, Andreia, Jaqueline, Dayse, Pri Heldes, Bia e a líbero Suelen. Entraram Carol Leite, Sabrina e Ellen.

A equipe do Rio do Sul começou com Duda, Luciana, Jú Nogueira, Camila Paracatú, Juliana Paz, Mimi Sosa e a líbero Tatiana. Entraram Helô, Giovana, Francynne, Fernanda e Vanessa.

O próximo compromisso das meninas do Sesi-SP será nesta sexta-feira (20), às 20h, contra São Cristóvão Saúde/São Caetano, no ginásio Lauro Gomes, na região do ABC paulista.

Notícias Relacionadas