Sesi-SP vence UPCN da Argentina por 3 sets a 1 em Desafio Internacional

O oposto Theo e o central Lucão ficaram com a artilharia do jogo marcando 14 vezes cada

Isabela - 30/09/2016

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp 

Com o apoio da torcida, o time masculino de vôlei do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) recebeu, na noite desta quinta-feira (29), o UPCN Voley Club para um Desafio Internacional. Aproveitando o momento para trabalhar e ajustar funções de olho na semifinal do Paulista, os donos da casa lutaram e ficaram com a vitória por 3 sets a 1 (25/16, 25/23, 21/25 e 25/21). Pelo lado argentino, a partida faz parte de uma série de amistosos visando a preparação para o Mundial de Clubes de Vôlei 2016.

Para o líbero Serginho, o jogo foi muito bom não só pela vitória como pelo ritmo que foi estabelecido em quadra. “Os times entraram muito bem e fizeram uma partida forte. Nós passamos mais fácil pelo primeiro set mas depois eles cresceram e vieram atrás do prejuízo. Esse tipo de jogo é bom para o trabalho de todas as equipes durante a temporada”.

Com o mesmo raciocínio, o capitão Murilo também comentou sobre a importância de jogos como o de hoje. “Pudemos perceber coisas que estamos errando, que por sinal aconteceram no jogo contra o Taubaté, pelo Paulista, e vamos continuar trabalhando para corrigir. É muito bom fazer partidas em que conseguimos trabalhar nossos fundamentos e identificar erros e acertos”.

Após Bruninho distribuir e diversificar bem as bolas entre seus atacantes, o oposto Theo e o central Lucão aparecem como os maiores pontuadores, somando 14 pontos cada. Com Theo cravando 4 de bloqueio. Pelo UPCN, Uchikov marcou 13 vezes.

O Sesi-SP entrou em quadra com o levantador Bruninho, os ponteiros Murilo e Fábio, os centrais Lucão e Aracaju, o oposto Théo e o líbero Serginho. Entraram Vaccari, Leitzke e Rafa.

O jogo

Com direito a ace de Fábio e Aracaju e largadinha de segunda do levantador Bruninho, os meninos da Vila Leopoldina começaram a partida com força total, sem muito espaço para os argentinos evoluírem. Bem entrosado e com o apoio da torcida que compareceu ao ginásio, o Sesi-SP chegou ao placar de 25/16 com tranquilidade.

Diferente do primeiro set, a segunda parcial do jogo contou com o crescimento de Uchikov, que no começo da partida já havia feito alguns ataques fortes e com a experiência de Gustavão no bloqueio, pelo UPCN. Ponto a ponto disputado à risca, Serginho, Murilo e Bruninho tiveram um pouco mais de trabalho, mas conseguiram, com calma, levar a melhor mais uma vez (25/23).

Com Vaccari no lugar de Fábio, o terceiro set seguiu no mesmo ritmo do segundo, disputado. Buscando jogo e aproveitando cada bola, os argentinos se colocaram a frente no marcador do começo até a segunda parada técnica (14/16) da parcial. Na volta, após um saque colocado do central Aracaju e um ataque encaixado pelo meio de rede do também central Lucão, no contra-ataque, os donos da casa chegaram ao empate em 18/18. Sacando forte em cima dos ponteiros, para tentar anular sua força no ataque, o UPCN apostou suas fichas no fundamento e conseguiu desestabilizar o Sesi-SP, que acabou atrás no set (21/25).

A quarta parcial foi mais uma daquelas disputadas, porém o time da capital paulista se manteve à frente no placar o tempo todo. Com um, dois e até cinco pontos de vantagem, os comandados do técnico Marcos Pacheco mais uma vez mostraram superioridade em quadra. Anulando melhor as viradas de bola do lado adversário e com crescimento no bloqueio, o Sesi-SP recuperou o momento vivido no início do jogo e encerrou o desafio internacional com 25/21 no set, somando 3 sets a 1.

O jogo desta quinta-feira (29/09): Sesi-SP sempre à frente na partida. Foto: Everton Amaro/Fiesp 

Notícias Relacionadas