Sesi-SP sofre derrota em casa para o Camponesa/Minas no vôlei feminino

Equipe mineira faz 3 sets 0; paulistas seguem na sétima posição

- 06/02/2016

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

Não deu para as meninas do time de vôlei do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP). Na noite desta sexta-feira (5/2), as atletas do técnico Juba receberam o Camponesa/Minas e, pelo placar de 3 sets a 0 (10/25, 20/25 e 21/25), sofreram a quarta derrota no returno da Superliga 2015/16.

“A gente vem enfrentando um problema de ritmo de jogo desde a nossa tentativa de classificatória para a Copa do Brasil. Infelizmente na mesma sequência da tabela da Superliga nós pegamos dois times que participaram dessas finais em Campinas, e isso sem dúvida faz a diferença. As equipes se enfrentaram em nível superior e com uma sequência de jogos rápidos, o que dá um ritmo interessante para as equipes”, comentou Juba, que ainda explicou o porquê das mudanças de levantadora e oposta durante o jogo.

“Nós estamos reestruturando a nossa equipe, estamos tentando acertar as peças, por isso as trocas. Tentamos achar a melhor composição para o time de lá não se acostumar a fazer uma coisa fácil. Em alguns momentos surtiu efeito, como no segundo set, que foi bom, tivemos uma resistência boa. Com isso, acredito que nas próximas semanas a gente atinja um pouco mais de ritmo e consiga os resultados”, finalizou.    

A partida começou com o time mineiro abrindo 3/8 na primeira parcial técnica do jogo e dominando a quadra. Vibrando a todo momento e praticamente impecáveis, as meninas do Camponesa/Minas não só souberam anular as jogadas do Sesi-SP como também não deixaram passar um erro adversário. Carol Leite saiu e deu lugar para Pri Heldes, que até acertou boas viradas de bola com Andreia, Dayse e Ellen, levou o time ao equilíbrio no segundo set e demonstrou que a equipe permaneceria viva na disputa.

Com Tandara desapontando, pontuando forte pela saída de rede e acertando seis pontos de saque, ficou difícil para as meninas da Vila reagirem. Juba tentou mais uma vez mudar o jeito do time jogar e chamou Sabrina para o jogo. Mesmo com as mudanças, o Minas não se preocupou e seguiu forte no jogo, levando os três pontos para casa.

Maior pontuadora do jogo, a oposta do Minas, Tandara, não só marcou 21 pontos como ficou com o troféu Viva Vôlei. Carla vem na sequência com 15. Pelo Sesi-SP, a oposta Andreia marcou 9 vezes, e a ponteira Ellen anotou 8 acertos.

O Sesi-SP entrou em quadra com Carol Leite, Andreia, Fabiana, Bia, Dayse, Ellen e a líbero Suelen. Entraram Pri Heldes, Sabrina e Michelle Daldegan. O Camponesa/Minas começou com Naiane, Tandara, Carol Gattaz, Mara, Mari Paraíba, Carla e a líbero Léia. Entraram Karol, Val e Rosamaria.

Com 25 pontos, o Sesi-SP segue na sétima colocação e após o Carnaval vai até o interior de São Paulo enfrentar o Renata Valinhos/Country. A partida está marcada para a próxima sexta-feira (12/2), às 19h30. 

 

 

Notícias Relacionadas