Sesi-SP se despede da Superliga Feminina após perder para o Praia Clube

Em partida fora de casa, equipe ficou atrás por 3 sets a 0

- 18/03/2016

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

A equipe feminina de vôlei do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) lutou, mas encerrou, na noite desta sexta-feira (18/3), em Uberlândia, sua participação na Superliga Feminina 2015/16. Jogando na casa do adversário, o time sofreu sua segunda derrota para o Dentil/Praia Clube por 3 sets a 0 (25/22, 25/21 e 25/17) na série melhor de três pelas quartas de final do campeonato.

Ao final do jogo, o técnico do Sesi-SP, Giuliano Ribas, o Juba, apontou o que faltou para a equipe no momento da decisão e reconheceu as falhas cometidas durante a partida.

“Eu acho que faltou um pouquinho de paciência na hora de aproveitar as oportunidades que surgiram. O primeiro set começou tranquilo, com a gente trocando bem as bolas, só que tivemos 23 oportunidades de matar os contra-ataques e a gente só aproveitou 5 ou 6 bolas, isso é muito baixo”, comentou o treinador, que ainda ressaltou a boa campanha feita pelo adversário.

“Diante de uma equipe como o Praia, pela campanha que fez, a gente não pode deixar passar essas oportunidades. Sofremos com o passe e depois a pressão foi geral, já que elas estavam bem motivadas para encerrar a partida, e infelizmente não conseguimos segurar. Mas acho que é isso, em jogos difíceis precisamos manter muito bem a cabeça no lugar, e infelizmente hoje nem todas conseguiram fazer isso”, finalizou.

O jogo começou com erros para os dois lados, porém com saques bem colocados. A central Bia pelo Sesi-SP foi a responsável pela abertura de quatro pontos de vantagem. Pelo Praia, a ponteira Michelle desequilibrou no fundamento e colocou o time mineiro na frente no placar, levando a primeira parcial técnica. Mesmo saindo na frente no marcador no segundo set, assim como no início da partida, as meninas da Vila Leopoldina pecaram nos contra-ataques e viram as donas da casa abrirem dois a zero.

Diferentemente das parciais anteriores, no terceiro set foi o Praia que saiu a frente. Mesmo contando com a experiência de Fabiana e Jaqueline, e a aproximação no placar, com o 8 a 8 após um ponto de bloqueio da capitã da equipe paulista, o Sesi-SP não conseguiu manter o resultado. O técnico Juba até fez a inversão do 5-1, trouxe Sabrina e Amábile para o jogo, mas a equipe não conseguiu bater o time do Praia, que contou com o crescimento de Alix e levou a melhor.

Com o resultado, o time de Uberlândia conquistou a vaga inédita para a semifinal e enfrenta o Camponesa Minas. O Troféu Viva Vôlei ficou com Alix, maior pontuadora do jogo com 22 pontos. Pelo Sesi-SP, a pontuação foi liderada por Ellen (17) e Bia (11).

O Sesi-SP entrou em quadra com Pri Heldes, Dayse, Fabiana, Bia, Jaqueline, Ellen e a líbero Suelen. Entraram Carol Leite, Andreia, Ana Carolina, Sabrina e Amábile. O Praia Clube começou com Claudinha, Ramirez, Walewska, Natasha, Alix, Michelle e a líbero Tássia. Entraram Ju Carrijo, Malu e Pri Daroit.

Notícias Relacionadas