Sesi-SP sai atrás, empata em 2 a 2 e acaba perdendo no tie break

São Caetano vence na 3ª rodada do returno da Superliga Feminina 2015/16

Graciliano Toni - 11/01/2016

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

Após virar a partida contra o Rio do Sul no último sábado e sair com a vitória, as meninas do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) voltaram para quadra na noite desta segunda-feira (11) e mais uma vez lutaram pelo placar, mas dessa vez com um final diferente. Jogando em casa, o time do técnico Talmo de Oliveira levou a partida para o tie break, mas acabou superado pelo São Cristóvão Saúde/São Caetano por 3 sets a 2 (25/27, 23/25, 25/20, 25/19 e 13/15), na terceira rodada do returno da Superliga Feminina 2015/16.

“O time começou bem, mas sofreu um pouco com a virada das adversárias no final dos sets. Mexemos um pouquinho no terceiro e quarto set, mudamos o jeito de jogar e deu certo. Agora no final nós começamos muito bem, mas pecamos nos detalhes. Não tiro os méritos do São Caetano, que jogou muito bem. Agora é ajustar, ver onde erramos e nos preparar para o jogo de sexta contra o Brasília”, comentou Talmo ao final da partida.

Com 25 pontos, Fabiana foi a maior pontuadora do jogo, seguida por Lia, do São Caetano, com 24. O troféu Viva Vôlei ficou com a levantadora Ana Maria.

O Sesi-SP entrou em quadra com Fabiana, Ellen, Carol Leite, Andreia, Jaqueline, Bia e a líbero Suelen. Entraram Angélica, Sabrina, Dayse e Pri Heldes. O São Caetano começou com Thais, Andressa, Larissa, Ana Maria, Lia, Sonaly e a líbero Silvana. Entraram Ciça, Thaynã e Soninha.

As meninas da Vila Leopoldina voltam para quadra nesta sexta-feira (15), às 20h, contra o Brasília Vôlei, em casa.

Fabiana e Carol Leite no bloqueio
Fabiana e Carol Leite no bloqueio contra o São Caetano. Foto: Biratan Aricó Jr./Divulgação Sesi-SP

 

O jogo

Disputada e com muitas reclamações da arbitragem, a partida começou com o Sesi-SP atacando forte e abrindo 8 a 5 na primeira parcial do jogo. Ampliando a vantagem para quatro pontos (13/9), logo o técnico do São Caetano, Haírton, pediu tempo para frear o time da casa, e deu certo. Sacando forte em cima de Ellen, o time do ABC soube aproveitar muito bem os erros da equipe da Vila Leopoldina e chegou ao empate em 13/13. Passando à frente mais uma vez, as comandadas de Talmo de Oliveira voltaram a crescer no jogo e garantiram a segunda parada técnica na frente, com 16/14. Quando tudo parecia que ia caminhar para a vitória do primeiro set, as adversárias mais uma vez recuperaram os pontos perdidos e chegaram aos 20/20. Na sequência, após algumas reclamações da arbitragem, da não marcação de dois toques, o time de São Caetano ficou com a parcial em 25/27.

Seguindo o equilíbrio do começo do jogo, o Sesi-SP até começou atrás no placar, mas logo entrou no jogo e, com ataque da Bia pelo meio de rede, deixou tudo igual em 3/3. Garantindo as duas paradas técnicas (8/7 e 16/13), o time estava no caminho certo para igualar os sets e seguir firme na disputa. Mas, após o empate em 18/18 do São Caetano e uma reclamação da líbero Suelen após um saque, o juiz deu cartão vermelho para a atleta, colocando as adversárias na frente do marcador mais uma vez. Mesmo irritadas com a arbitragem, as meninas da Vila Leopoldina chegaram aos 23/23 e brigaram de igual pelo set, mas no finalzinho não conseguiram superar o placar de 23/25.

Decisivo, o terceiro era tudo ou nada para o Sesi-SP. E as meninas foram atrás, brigaram e garantiram a permanência no jogo. Mesmo sofrendo com mais reclamações das ações da arbitragem e recebendo mais um cartão vermelho, agora para o técnico Talmo, o Sesi-SP não se deixou abater. Com o apoio da torcida recuperou os pontos perdidos na segunda parcial técnica (14/16), virou o placar e garantiu a permanência na briga. Com a entrada de Dayse e Pri Heldes no lugar de Jaqueline e Carol Leite, o time mudou um pouco o jeito de jogar e cravou 25/20.

Mantendo o bom entrosamento e as alterações do set anterior, as meninas da Vila Leopoldina não deram vez para as adversárias e voaram em quadra, garantindo as duas parciais técnicas (8/7 e 16/13). Com duas boas passagens pelo saque da central Bia e com Fabiana vibrando muito a cada ponto conquistado o Sesi-SP não hesitou, ampliou cada vez mais a distância no marcador e levou a decisão para o tie break com 25/19.

No quinto e último set o time da casa manteve a garra e abriu 8 a 5 na troca de lados. Mas, após um erro de recepção da ponteira Dayse, o São Caetano encostou no placar (11/11), cresceu no jogo e arrancou a virada em 11/13. Atacando forte, Bia e Fabiana voltaram a se destacar e colocaram o time mais uma vez na briga, chegando aos 13/13 e mostrando um bom momento. Faltando apenas dois pontos para fechar o set e o jogo, as meninas da Vila acabaram pecando nos detalhes finais e perderam por 13/15.

Notícias Relacionadas