Sesi-SP reencontra o time de Taubaté em mais uma final do Campeonato Paulista

Em busca do quinto título estadual, a equipe da capital enfrenta o primeiro jogo nesta sexta-feira

Alice - 29/10/2015

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

Após oito jogos e apenas duas derrotas, o time masculino de vôlei do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), chega para a decisão do Campeonato Paulista 2015 masculino. E o primeiro passo em busca do triunfo será dado nesta sexta-feira (30), na primeira partida da final. Jogando no Vale do Paraíba, com transmissão pelo Sportv, os meninos da capital enfrentam o Funvic Taubaté, no ginásio do Abaeté, às 21h30.

Campeão em 2009, 2011, 2012 e 2013, o Sesi-SP teve sua sequência interrompida na última edição pelo próprio Taubaté, que conquistou a taça após vencer as duas partidas da final. Desde o ano passado as equipes se enfrentaram seis vezes, quatro pela Superliga, sendo turno, returno e semifinal, uma pela Copa São Paulo e a última na fase classificatória do Paulista, com um total de três vitórias para cada lado. Para o técnico Marcos Pacheco, as duas equipes já possuem um bom histórico de confrontos.

“Nessa temporada a gente reedita a final contra o Taubaté mas é um momento diferente, houveram algumas mudanças como a volta do Sidão, a ida do Lucarelli e do Riad, então é um outro momento, outra situação de time. O confronto já tem um histórico, a gente já teve algumas decisões importantes como a final do Paulista e a semifinal da Superliga”.

 

Sesi-SP durante o último jogo da fase classificatória do Paulista. Foto: Bruno Maragato / Divulgação  
Sesi-SP durante o último jogo da fase classificatória do Paulista. Foto: Bruno Maragato/Divulgação  

 

Com a vantagem por terem feito a melhor campanha, os meninos do Sesi-SP encaram o primeiro jogo fora e a grande decisão em casa. Sabendo da pressão da torcida adversária nesse primeiro momento, Pacheco vê as duas equipes bem preparadas e com jogadores experientes nesse tipo de situação.

“As duas equipes têm jogadores experientes e acostumados com situações adversas com relação à torcida. Nós vamos para Taubaté bem, tanto fisicamente como psicologicamente, o time saiu muito bem do último jogo com a situação adversa e pronto para mais um confronto duro, sabemos que é um ambiente hostil, esportivamente falando, mas o time está preparado para isso”, comentou o técnico, que ainda ressalta a preparação para esse confronto.

“Ficamos em primeiro lugar na fase classificatória, o Taubaté ficou em terceiro e agora conquistou uma vaga dura contra o Campinas, nós não ficamos longe, já que também chegamos aqui após um Golden Set. Agora as equipes chegam muito próximas à essa final e é uma decisão aberta. Temos de ficar atentos em todo o contexto. O Taubaté tem um saque muito forte com jogadores como o Lipe e o Lucarelli, eles ainda possuem um ataque consistente. Não é um jogador ou um fundamento, é o sistema todo que tem de ser pensado e olhado com carinho”.

Pacheco não fala em revanche mas sim em uma oportunidade de conquistar o que não foi possível na última edição. Para ele, o Sesi-SP não teve a competência para levar o título na ocasião, quando o Taubaté foi melhor. Agora é outro momento.

“Agora seria o momento, a oportunidade para conquistar o que foi perdido, em mais uma final de Paulista. O esporte nos proporciona isso a todo momento, você perde e ganha. Então é uma oportunidade que nós temos de conquistar algo que, no ano passado, nós não fomos capazes e o Taubaté foi melhor que nós. Esse ano nós podemos e temos a oportunidade de conquistar esse título”, finalizou.

O Campeonato Paulista será decidido após dois jogos, com a segunda partida marcada para domingo (1/11) no ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo, às 13h30. Caso cada equipe vença um jogo, haverá a disputa do Golden Set (set extra de 25 pontos) após a segunda partida para definir o campeão estadual. Além da transmissão pelo SporTV e a entrada para a partida de domingo no ginásio da Vila Leopoldina é gratuita. 

Notícias Relacionadas