Sesi-SP reage, mas deixa vitória escapar no final do jogo pelo Paulista

Após vencer o primeiro set e o terceiro, time acaba superado no tie-break

- 05/10/2016

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

Faltou apenas um set. Depois de fazer a primeira parcial brilhante e recuperar o resultado na terceira, as meninas do Sesi-SP foram superadas pelo Concilig Vôlei Bauru no tie-break e acabaram eliminadas do Campeonato Paulista 2016 com a derrota por 3 sets a 2 (25/22, 20/25, 26/26, 15/25 e 10/15).

As comandadas do técnico Juba, que somaram 4 vitórias e apenas 2 derrotas em 6 jogos da fase classificatória, chegaram às quartas de final na terceira colocação com 11 pontos. Agora, o grupo se prepara para a estreia na Superliga, dia 30/10, contra o Rio do Sul, em casa.

O Sesi-SP entrou em quadra, incorporou o apoio da torcida e jogou muito, fechando a primeira parcial. Na sequência, apresentando alguns erros da partida anterior, as meninas da capital paulista demoraram a se reencontrar na partida e viram o Vôlei Bauru dominar o set seguinte, dando a impressão de que fecharia com facilidade. No terceiro set, no entanto, as donas da casa voltaram a apertar, viraram a parcial e levaram o jogo ao quinto e decisivo set.

E quando elas tinham tudo para vencer, com apoio da torcida, jogando em casa, faltou a vibração e o entrosamento de antes, e infelizmente o time acabou eliminado. Mesmo utilizando a maioria das jogadoras que tinha à disposição, Juba não conseguiu encontrar uma maneira de neutralizar o ataque adversário, principalmente de Thais, Bruna e Mariana, que desequilibraram.

“A gente sempre entra em quadra buscando a vitória, buscando fazer um bom jogo, e foi o pensamento que entramos hoje. Infelizmente o resultado não veio, mas fizemos uma boa partida contra elas, conseguimos equilibrar, e acredito que estamos no caminho certo”, comentou Lorenne ao final da partida.

Sesi-SP perde do Concilig por 3 sets a 2 e está fora do Paulista
Foto: Everton Amaro/Fiesp

O jogo

O Sesi-SP entrou em quadra com a levantadora Giovana, as ponteiras Isabela e Gabriela, as centrais Ju Mello e Linda Jéssica, a oposta Lorenne e a líbero Lais. Entraram Natália, Thais, Mayara e Amabilie. O Bauru começou com Juma, Thais, Mariana, Angélica, Valquíria, Bruna e a líbero Castillo. Entraram Lyara, Dayse, Carol e Arlene.

Como em qualquer decisão, o jogo começou disputado à risca. Dentro de casa, com o apoio de torcida e se sentindo, de certa forma, à vontade, as meninas do Sesi-SP entraram a todo vapor no primeiro set. Mesmo sem garantir as duas primeiras parciais técnicas da partida, as comandadas do técnico Juba foram as melhores em quadra. Após o empate do Bauru em 21/21, o Sesi-SP não deu vez para Thais, Bruna ou Mariana, e com bom aproveitamento nos contra-ataques e no bloqueio, Lorenne, Isabela e Ju Mello levaram o time ao final do primeiro set na frente com 25/22.

Diferentemente do começo do jogo, tudo que o Vôlei Bauru não conseguiu fazer na primeira parcial, fez na segunda. O Sesi-SP rodou bola, Giovana variou as levantadas entre suas atacantes, trocou de jogada rápida pelo meio para as pontas, mas não conseguiu anular a força do Bauru. Mariana pela ponta e Angélica pelo meio complicaram a vida das meninas da capital paulista. Juba tentou uma segunda alternativa, trouxe Natália e Thais na inversão do 5-1 e colheu alguns frutos. Vibrantes, as meninas acertaram boas viradas, chegaram aos 20, mas acabaram superadas pelas adversárias (20/25).

Sofrendo com a sequência de recuperação das adversárias, as meninas do Sesi-SP passaram todo o início do terceiro set atrás no placar. Juma manteve o seu bom entrosamento com suas atacantes enquanto as comandadas do técnico Juba iam buscando bolas alternativas para voltar a crescer no jogo. Mais uma vez buscando a reação, o treinador chamou a inversão do 5-1 e trouxe a ponteira Amabilie para o lugar de Gabriela, caçada pelas sacadoras do Vôlei Bauru. Natália iniciou o trabalho de volta por cima e com saque bem colocado em Thais, deixou o time apenas um ponto atrás. Amabilie entrou no embalo e na sequência cravou um bloqueio sozinha e deixou tudo igual em 24/24. Na sequência a empolgação da reação motivada pelo apoio da torcida, levou o time a vitória de mais uma parcial (26/24).

Com muitas oscilações o quarto set mais uma vez contou com erros para os dois lados. Mesmo mantendo a força da ponteira Amabilie em jogo as meninas do Sesi-SP voltaram a passar por dificuldades. Com ataques para fora e sem conseguir passar pelo bloqueio imposto pelas bauruenses, o time da capital paulista não imprimiu o ritmo visto nas outras parciais e acabou superado por 15/25.

No set decisivo para o time da casa, foi o Vôlei Bauru que abriu o placar, mas logo as paulistas chegaram ao empate em 4 a 4. Com a torcida em pé, as meninas do Sesi-SP lutaram, viraram bolas, mas em alguns erros, acabaram sofrendo mais uma vez com o placar positivo das bauruenses (10/15).

Notícias Relacionadas