Sesi-SP perde para Vôlei Nestlé na primeira partida da final do Paulista

Agora equipe precisa vencer o jogo de volta para decidir no Golden Set

Graciliano Toni - 22/10/2015

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

O time feminino de vôlei do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) não conseguiu superar o Vôlei Nestlé na noite desta quinta-feira (22) e acabou atrás na largada pelo título inédito do Campeonato Paulista de Vôlei 2015, com o placar de 3 sets a 1 (12/25, 25/20, 21/25 e 20/25). Jogando em casa, com o apoio da torcida, as meninas da Vila precisam ganhar o jogo neste domingo (25), às 10h30 e o Golden Set (set extra de 25 pontos). O Sesi-SP usou uniforme amarelo, em apoio à campanha “Não Vou Pagar o Pato”, contra o aumento de impostos.

Para o técnico Talmo de Oliveira, que conta com uma equipe jovem, de atletas que ainda não passaram grandes momentos de pressão e decisão, o jogo foi muito bom, mas, por outro lado, a equipe precisa trabalhar muito para conseguir o título inédito.

“O campeonato ainda não acabou, está aberto! Agora é recuperar e nos preparar para domingo, vamos trabalhar da melhor forma possível para entrar bem. Precisamos arrumar o conjunto como um todo, o ajuste com as levantadoras, tudo! Nós temos que acertar muita coisa, mas eu acho que só jogando mesmo e passando por essas dificuldades que algumas jogadoras que estão vivenciando isso pela primeira vez vão suportar esse tipo de pressão e saber como sair delas”, comentou.

Com 16 pontos, sendo dois de bloqueio, a ponteira Ellen foi a maior pontuadora pelo lado do Sesi-SP, seguida por Fabiana, com 12, e Sabrina, com 11. Somando 17 pontos, Inva, do Vôlei Nestlé, foi a atleta que marcou mais durante a partida. A equipe da Vila entrou em quadra com Fabiana, Ellen Braga, Sabrina, Carol Leite, Jaqueline, Bia e a líbero Suelen. Entraram Dayse, Andreia e Pri Heldes.

No saldo da competição, os dois times já se enfrentaram 11 vezes com a equipe de Osasco somando 9e vitórias, contra 2 do Sesi-SP. No geral, são 17 vitórias contra 8 em um total de 25 partidas.

Fabi bloqueia contra Vôlei Nestlé
Jaqueline ataca, na primeira partida da final contra o Vôlei Nestlé. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

 

O jogo

O primeiro set começou com Ellen sacando na rede e o Vôlei Nestlé abrindo 3 a 1. Com a raça de Fabiana e companhia, o Sesi-SP se recuperou e chegou ao empate (4/4). Na sequência foi a vez de Jaqueline explorar bem o bloqueio e virar o jogo (5/4). Mesmo mostrando uma melhora, não conseguiram segurar a equipe de Osasco, que foi crescendo no jogo e garantindo os tempos técnicos com uma certa facilidade (5/8 e 10/16).Sem conseguir consertar os erros cometidos, o time de Osasco aproveitou o momento e logo fechou a primeira parcial do jogo, com 12/25.

Assim como no primeiro set, mais uma vez foi o Vôlei Nestlé que abriu o placar, mas diferentemente do começo do jogo, as meninas da Vila Leopoldina logo imprimiram o bom jogo e não só viraram o marcador como abriram três pontos de vantagem (6/3), forçando o técnico Luizomar a parar o jogo e acalmar a equipe. Com um set mais equilibrado e melhor, as meninas continuaram o bom momento. Com Fabi ganhando uma bola na rede, garantiram o segundo tempo técnico do set com três pontos de vantagem (16/13). Ellen e Bia formando um paredão forte e pontuando, as meninas do Sesi-SP ampliaram a vantagem para cinco pontos e fecharam o set em 25/20.

No terceiro set as meninas da Vila até abriram o marcador, mas foram as adversárias que abriram vantagem e dominaram o jogo até o primeiro tempo técnico (3/8), quando Jaqueline voltou a crescer no jogo e ajudou a equipe a deixar tudo igual (8/8). Quando tudo parecia que ia se estabilizar e seguir equilibrado, as meninas do Sesi-SP voltaram a perder pontos com erros e se distanciar no placar (11/16). Talmo colocou em prática a inversão do 5-1, com Andreia e Pri Heldes no lugar de Carol Leite e Sabrina e colheu bons frutos. O grupo diminuiu a distância para apenas três pontos (20/23) e ensaiou um crescimento com o apoio da torcida, mas não foi o suficiente para garantir mais um set (21/25).

O quarto set, que teria tudo para ser o momento do time da casa, se tornou mais uma batalha das guerreiras da Vila. Logo de cara, o Vôlei Nestlé abriu seis pontos de vantagem forçando Talmo a buscar outras opções, como Dayse e Andreia no lugar de Jaqueline e Sabrina. No começo até surtiu efeito, e o Sesi-SP começou a pontuar na partida, sendo um deles ace da central e capitã Fabiana (7/10). Com a proximidade no placar e os gritos da torcida as meninas da casa seguiram apertando até os 20/23, quando o time de Osasco mais uma vez cresceu com Dani Lins variando suas bolas entre todas as atacantes e garantiu o resultado final (20/25).

Notícias Relacionadas