Sesi-SP luta, mas se despede da Superliga masculina de vôlei

Em partida equilibrada e marcada por lesão de Serginho, time perde do Sada/Cruzeiro por 3 sets a 0, encerrando participação na fase semifinal

Flávia Dias e Talita Camargo - 30/03/2013

A equipe de vôlei masculina do Sesi-SP encerrou na manhã deste sábado (30/03), no ginásio da Vila Leopoldina, sua participação na Superliga masculina de vôlei 2012/2013. Jogando em casa, com o apoio da torcida, o time paulista mostrou muita garra, mas sofreu seu segundo revés para o Sada Cruzeiro por 3 sets a 0 na série melhor de três pelas semifinais do campeonato nacional. As parciais foram 25/22, 25/23 e 36/34 em 1h50 de jogo.

Com o resultado, o time mineiro conquistou a vaga na final. Maior pontuador da partida, com 19 acertos, o oposto Wallace (Sada Cruzeiro) recebeu o Troféu VivaVôlei. Pelo Sesi-SP, a pontuação foi liderada por Lorena (16), Murilo (12) e Éder (nove).

Superliga Masculina de Vôlei 
Foto: Helcio Nagamini 
Time masculino de vôlei do Sesi-SP se despede da Superliga Masculina 2012/2013

Ao final do jogo, o técnico do Sesi-SP, Giovane Gávio, elogiou a garra de seus comandados: “Eles [Cruzeiro] jogaram muito bem, mas hoje demos o nosso melhor. Infelizmente, este ano não dava para tirar mais do time”, enfatizou. Durante a partida, o líbero do Sesi-SP, Serginho, machucou as costas após uma defesa, mas decidiu continuar em quadra ao lado dos seus companheiros de equipe: “Infelizmente eu senti as costas neste jogo por conta de uma lombalgia. Já tive isso, mas fazia tempo que não sentia dor e calhou de voltar justo hoje. Tomei injeção durante o jogo, mas ainda sinto dores”. Para o líbero, o excesso de contusões durante o campeonato prejudicou o rendimento da equipe: “Essa temporada foi bem difícil para gente, pois tivemos muitas lesões, com jogadores que ficaram afastados como o Sidão, Tiago Barth e hoje, eu”, avaliou.

Já o levantador Sandro, um dos grandes destaques do Sesi-SP na partida, reconheceu o bom desempenho do Cruzeiro: “Temos que enaltecer a equipe adversária que novamente sacou muito bem, dificultando o nosso jogo o tempo todo”.

Apesar da derrota, o atleta parabenizou os investimentos realizados pelos clubes de vôlei de todo o Brasil: “Ficamos felizes que equipes fortes, como a nossa e a deles [Cruzeiro], que têm base num projeto legal, tenham chegado à semifinal, mostrando a força do voleibol brasileiro mais uma vez”, analisou.

O jogo

No inicio da partida, a equipe do Sada Cruzeiro saiu na frente do placar, abrindo quatro pontos de vantagem (6/2). Durante a parcial, o time do Sesi-SP conseguiu reduzir para um ponto a vantagem do Minas no placar (16/17), porém o bloqueio eficiente da equipe adversária somado aos erros de saque e recepção do time do Sesi-SP, contribuíram com a vitória do Cruzeiro por 25/22.

A equipe do Sesi-SP não se deixou abater. Na volta para o segundo set, conseguiu explorar o bloqueio da equipe de Minas e, com bolas rápidas de contra-ataque, abriu três pontos de vantagem no placar (10/07). Na sequência, os jogadores do Sesi-SP cometeram erros de saque e recepção - falhas aproveitadas pelo time de Minas, que virou o placar para fechar a parcial em 23/25.

O terceiro set representava um tudo ou nada para o Sesi-SP. A equipe começou com três pontos de vantagem no placar (07/04). Liderado pelo bom aproveitamento do oposto Lorena, o Sesi-SP permaneceu a frente no placar (19/17), porém, cometeu dois erros de saque e recepção que garantiram o empate da equipe mineira (21/21).  O final do set foi marcado pela disputa emocionante. No fim, o Cruzeiro levou a melhor vencendo por 36/34, e  a partida por 3 sets a 0, encerrando, com isso, a participação do Sesi-SP na Superliga 2012/13.

Acompanhe o vôlei do Sesi-SP nas redes sociais

Twitter: @sesisp_volei 
Facebook: www.facebook.com/sesisp.volei

Notícias Relacionadas