Sesi-SP leva Programa Atleta do Futuro para Ribeirão Preto e mais cinco municípios

Convênio foi assinado pelo presidente Paulo Skaf, que anunciou ampliação do PAF para beneficiar 150.000 crianças e atingir 300 municípios até final do ano

Juan - 28/05/2014

Juan Saavedra, Agência Indusnet Fiesp, de Ribeirão Preto

Quatro mil e seiscentos e oitenta crianças e jovens de Ribeirão Preto e outros cinco municípios da região (Altinópolis, Brodowski, Luiz Antônio, Morro Agudo e Santa Rosa de Viterbo) passam a ser beneficiados pelo Programa Atleta do Futuro (PAF), iniciativa de iniciação e formação esportiva do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP). O convênio foi assinado na tarde desta quarta-feira (28/05), no Centro Esportivo “Cava do Bosque”, em Ribeirão Preto, a aproximadamente 310 quilômetros da capital.

A solenidade conto com a presença do presidente do Sesi-SP e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, e dos respectivos prefeitos: Altinópolis (Marco Ernani Hyssa Luiz), Brodowski (Elves Carreira), Luiz Antônio (Luiz Donizeti), Morro Agudo (Amauri Benedeti), Ribeirão Preto (Dárcy Vera) e Santa Rosa de Viterbo (Cássio de Assis Cunha Neto). Jovens que participam do PAF em Ribeirão Preto acompanharam o evento.

>> Infográfico: conheça o Programa Atleta do Futuro do Sesi-SP

No discurso, o presidente do Sesi-SP explicou que vai licenciar-se de suas funções na entidade na sexta-feira (30/05), mas assinalou que o PAF deve continuar seu ritmo de expansão – iniciativa atende aproximadamente 250 municípios e um total que chega perto dos 110.000 alunos.

Para isso, pediu ao diretor de Esporte e Qualidade Vida do Sesi-SP, Alexandre Pflug, um compromisso de ampliar o alcance do programa para cerca de 300 municípios e um total de pelo menos 150 mil crianças e jovens até o final deste ano. “Essa meta vai ser atingida”, assegurou Pflug.

Skaf disse ainda que a metodologia é do Sesi-SP, mas que nada seria possível se não houvesse a sensibilidade do gestor público. Disse ainda que quer ver a expansão do Sistema Sesi-SP de Ensino para outros municípios da região. “Quero deixar essa proposta”, destacou, olhando para os prefeitos presentes.

Atendendo a um pedido da prefeita de Ribeirão Preto, Dárcy Vera, Skaf disse que o Sesi-SP vai ceder em comodato aquecedores na piscina olímpica onde crianças e jovens que integram o PAF praticam esportes como natação e polo aquático, arrancando da prefeita o compromisso de providenciar a instalação em até três semanas, para que os praticantes possam usufruir da novidade ainda no inverno.

O presidente das entidades garantiu que, se a prefeita ceder dois terrenos, autoriza, sim, a construção de duas novas escolas do Sesi-SP nas regiões norte e leste. Dárcy Vera disse que os terrenos estão separados. Com relação à nova escola do Sesi-SP em construção no bairro Planalto Verde (zona oeste), Skaf explicou que as obras serão concluídas em meados de 2015.

Dárcy Vera cumprimentou Skaf pela qualidade de educação que é oferecida no Sesi-SP. Já o vice-prefeito, Marinho Sampaio, reforçou: “são programas como esses que devem ser seguidos, com essa visão ampla que só a educação transforma.”

Ao falar, Alexandre Pflug disse que o PAF já vem dando resultados, citando as conquistas do polo aquático na cidade: a equipe local é campeã brasileira nas divisões de base nas categorias sub-13, sub-15 e sub-17.

Os números e modalidades do PAF em cada município

. Altinópolis – 1.000 alunos beneficiados nas modalidades basquete, futsal, handebol, natação, tênis de mesa e voleibol.

. Brodowski – 610 alunos beneficiados em atletismo, badminton, basquetebol, ginástica rítmica, handebol, natação, patinação, tênis de mesa, voleibol e xadrez.

. Morro Agudo –220 alunos em futebol, futsal e natação

. Luiz Antônio –600 em futebol, futsal, karatê, natação e voleibol.

. Ribeirão Preto – 650 alunos em futsal, judô, natação, polo aquático e voleibol

. Santa Rosa de Viterbo – 1.600 lunos em basquetel, futsal, handebol, voleibol, natação e futebol.

Notícias Relacionadas