Sesi-SP é vice-campeão paulista de vôlei masculino

Depois de vencer segunda partida da final por 3 a 0, equipe da indústria perdeu o Golden Set

Graciliano Toni - 01/11/2015

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

Ao entrar em quadra na tarde deste domingo (1/11) no ginásio da Vila Leopoldina, o time masculino de vôlei do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) sabia que, para conquistar o quinto título do Campeonato Paulista, precisava vencer duas vezes o Funvic/Taubaté: primeiro o jogo e depois o Golden Set (set extra de 25 pontos). Mas não foi o que aconteceu. Depois de jogar bem e derrotar o Taubaté por 3 sets a 0 (25-20, 32-30 e 25-18) na segunda partida da final, a equipe chegou ao Golden Set e não conseguiu superar os adversários, que fizeram 33 a 31, e acabou ficando com o vice-campeonato.

Com os jogadores vibrando o tempo todo e com o forte apoio da torcida do ginásio da Vila Leopoldina, o Sesi-SP foi impecável durante a partida. Murilo se destacou nos bloqueios, Douglas Souza atacou bem, e Serginho salvou pontos espetaculares, mas no Golden Set o Taubaté acabou prevalecendo, errou menos e se tornou bicampeão.

Desde a formação do time, o Sesi-SP foi ao pódio em todas as edições do torneio. Atualmente a equipe conta com 4 títulos e 3 vice-campeonatos. O presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf, entregou o troféu de vice ao time.

Skaf entrega troféu ao Sesi-SP
Skaf entrega troféu de vice-campeão a Murilo. Foto: Everton Amaro/Fiesp

 

Para o capitão Murilo, os erros no contra-ataque e a bola final acabaram com o sonho no Paulista.

“Nós jogamos muito bem, fizemos uma partida melhor do que a primeira em Taubaté e chegamos bem para o Golden Set. Infelizmente perdemos muitas oportunidades no contra-ataque e eles encostaram no placar e levaram a melhor em uma bola que não recebemos”, comentou o camisa 8, que agora só pensa na Superliga.

“Agora nós temos uma semana para nos preparar para a Superliga, e assim como hoje, enfrentaremos muitos jogos fortes e difíceis. Será um campeonato muito disputado, teremos times como o próprio Taubaté, Campinas, Sada, o Canoas, com quem já vamos jogar na próxima segunda, então temos que trabalhar muito”, completou.

Lucarelli, atual Taubaté, foi o maior pontuador do jogo, com 34 acertos, sendo o  oposto Theo o melhor do Sesi-SP, com 25 pontos, seguido por Douglas Souza, com 23, e Murilo, com 21.

O Sesi-SP, com o técnico Marcos Pacheco, jogou com Theo, Aracaju, Murilo, Thiaguinho, Douglas Souza, Gustavão e o líbero Serginho. Entraram Sidão, Thiago Alves, Vinhedo, Rafael Araújo. O Taubaté entrou em quadra com Ialisson, Leozão, Lucarelli, Lipe, Otavio, Pedro e o líbero Felipe. Entraram Japa, Diego e Deivid.

Agora o Sesi-SP volta as atenções para a temporada 2015/16 da Superliga. A estreia está marcada para segunda-feira (9/11), diante do Canoas, em Porto Alegre.

Murilo na recepção
Murilo na recepção na segunda partida da final do Campeonato Paulista 2015. Foto: Everton Amaro/Fiesp


O jogo

Com um ataque fora do oposto Theo, foi o Taubaté que garantiu o primeiro ponto do jogo. Mas não segurou a dianteira por muito tempo. Logo o Sesi-SP entrou no jogo e abriu 3 a 1. Mantendo uma vantagem de dois pontos, o time da casa garantiu os dois tempos técnicos do set (8/6 e 16/14) e cresceu cada vez mais na partida. Com Thiaguinho distribuindo muito bem as bolas entre Theo, Murilo, Douglas, Aracaju e Gustavão o time não deu chances para o adversário e com 25 a 20 garantiu a primeira parcial do confronto.

O segundo set foi marcado pelo equilíbrio. Com poucos erros e disputando cada bola, as equipes não deram vez um para o outro. Apenas um ponto na frente, foi o Sesi-SP que garantiu a primeira parcial do set (8/7). Empatados em 10 a 10, foi a vez da torcida entrar em cena. Gritando e apoiando a equipe a cada ponto, o público na Vila Leopoldina presenciou um ponto de peito do líbero Serginho, após um ataque forte do Taubaté, e ainda um empate em 30 a 30 no fim do set. Com garra e determinação, mais uma vez o Sesi-SP foi superior e abriu dois pontos, garantindo mais uma parcial (32/30).

O terceiro set começou com o Sesi-SP abrindo boa vantagem (6/3) e logo de cara forçando o técnico adversário a pedir tempo para acalmar os ânimos. Ampliando ainda mais a vantagem, os meninos da Vila Leopoldina, embalados pela torcida, alcançaram as duas parciais técnicas (8/3 e 16/9) e seguiram com tranquilidade. Após dois pontos de saque do ponteiro Douglas Souza, a equipe chegou ao fim do set com 25/18.

No Golden Set, o Sesi-SP voltou a controlar as ações no início. Forçando bem o saque em cima do líbero Felipe, o time chegou a abrir 8/7 e depois 16/13. Na base da raça, o Taubaté chegou ao empate em 19/19. Depois o Taubaté soube aproveitar os erros de contra-ataque do Sesi-SP e fechou o jogo em 33/31.

HISTÓRICO

Ano     Colocação

2009    1º - (Sesi-SP x Brasil Vôlei/SBC)

2010    2º - (Vôlei Futuro x Sesi-SP)

2011    1º - (Sesi-SP x Medley/Campinas)

2012    1º - (Sesi-SP x Medley/Campinas)

2013    1º - (Sesi-SP x Brasil Kirin)

2014    2º - (Taubaté x Sesi-SP)

2015    2º - (Taubaté x Sesi-SP)

 

CAMPANHA 2015

FINAL

FUNVIC TAUBATÉ   3x1      SESI - SÃO PAULO

SESI – SÃO PAULO  3x0      FUNVIC TAUBATÉ

SESI – SÃO PAULO  0x1      FUNVIC TAUBATÉ (GOLDEN SET)

SEMIFINAL

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS    3x2      SESI - SÃO PAULO

SESI - SÃO PAULO  3x2      SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

SESI - SÃO PAULO  1x0      SÃO JOSÉ DOS CAMPOS (GOLDEN SET)

QUARTAS DE FINAL

(Avançou direto para a semifinal após fazer a melhor campanha e se classificar em 1º)

FASE CLASSIFICATÓRIA

SESI - SÃO PAULO  3x0      CLIMED/ATIBAIA

SANTO ANDRÉ        1x3      SESI - SÃO PAULO

SESI - SÃO PAULO  3x0      SÃO BERNARDO

SÃO JOSÉ CAMPOS 2x3      SESI - SÃO PAULO

SESI - SÃO PAULO  3x0      VÔLEI BRASIL KIRIN

FUNVIC TAUBATÉ   3x2      SESI - SÃO PAULO

Notícias Relacionadas