Sesi-SP dá o troco no RJX em pleno Maracanãzinho: 3 sets a 2 pela Superliga masculina

Equipe de Giovane Gávio sai de placar adverso para virar o jogo

Agência Indusnet Fiesp - 26/01/2013

Depois de perder por 3 sets a 2 para o RJX na Vila Leopoldina, em dezembro, pelo primeiro turno da Superliga masculina, o Sesi-SP devolveu a derrota no returno, batendo na manhã deste sábado (26/01) o rival em pleno Maracanãzinho pelo mesmo placar (21/25, 22/25, 25/20, 26/24 e 15/12) em 2h29 de jogo.

O levantador Everaldo, do Sesi-SP, recebeu o Troféu Viva Vôlei, concedido ao jogador eleito melhor em quadra. Lorena foi o maior pontuador do jogo, com 26 acertos.  Também pontuaram, pelo Sesi-SP, Murilo (15 pontos), Eder (11) e Sidão (09), Ary (09), Cleber (04) e Everaldo (01).

Com o resultado, o Sesi-SP conquista sua décima vitória e chega a 33 pontos, aproximando-se das posições de liderança.

O jogo

O jogo começou equilibrado, mas o RJX gradualmente foi liderando o placar, chegando ao segundo tempo técnico com 16/14 . O Sesi-SP empatou em contra-ataque com Cleber: 16/16. Mas o RJX retomou o comando do jogo, abrindo abriu 21/18 em ataque de Murilo para fora. Thiago Alves parou Lorena no bloqueio e RJX fez 23/19. Na sequência, o oposto do Sesi-SP Lorena conseguiu o ponto (23/20), mas desperdiçou largadinha e o RJX chegou ao set point: 24/20. A equipe carioca fechou o parcial em 25/21.  

No segundo set, o Sesi-SP começou bem, com 03/01, mas o RJX fechou o primeiro tempo técnico em vantagem (08/07). A diferença aumentou (11/08) – o suficiente para um pedido de tempo do técnico do Sesi-SP, Giovane Gávio. Não funcionou. Depois de dois erros de Sidão em jogadas pelo meio, o RJX chegou ao 14/10 e foi para o segundo tempo técnico com 16/12. Um ace de Thiago Alves ampliou a vantagem (18/13). Giovane mexeu na equipe, colocando o levantador Everaldo e tirando Sidão. Deu certo e o Sesi-SP melhorou, encurtando a diferença para apenas um ponto: 19/18. O jogo seguiu equilibrado, mas depois de um ponto de Ary, do Sesi-SP, escalado no lugar de Cleber, o RJX fez 23/21 e, em boa passagem de Lucão pelo saque chegou ao set point com Thiago Alves (24/21). Lorena salvou a primeira chance pela saída de rede., mas o RJX fechou em 25/22 e chegou aos 2 sets a 0.

No terceiro set, o Sesi-SP voltou melhor e fez 07/04 em boa sequencia de Eder no saque, chegando ao primeiro tempo técnico com 08/05. Em rali, o RJX desperdiçou um ataque e chegou ao 11/07. Eder, bem pelo meio, fez 13/09. Murilo, em dois ataques seguidos, ampliou para 15/10. O segundo tempo técnico veio com um ataque rápido de Murilo, que atingiu Thiago Alves: 16/14. Lorena, bem pela saída de rede, fez 17/15. Depois de um bonito rali, o oposto fez mais um (18/15) e vibrou muito com Giovane.  O meia Riad, o RJX, diminuiu para 18/16. Em bom bloqueio, Sidão fez 20/16. Em bola de Cleber, o Sesi-SP chegou aos 21/17. Eder, pelo meio, fez mais um: 22/18. Aproveitando o contra-ataque, Lorena conseguiu o set-point: 24/19. Em erro de saque de Paulo Silva, o Sesi-SP fechou o set em 2 sets 1.

A boa atuação no quarto set deu mais fôlego para o Sesi-SP. Giovane manteve Ary e Everaldo na equipe, que fez 03/02 com Ary. O RJX empatou e virou com dois aces de Lucão: 06/04. Com Lorena no saque, o Sesi-SP diminuiu no bloqueio de Eder e empatou em 07/07, em bloqueio duplo de Eder e Ary. O RJX chegou ao primeiro tempo técnico com 08/07, bloqueando Lorena. O Sesi-SP empatou em 11/11 e, em boa jogada de Murilo, fez 12/11 pela ponta. Sidão, pelo meio, fez 14/12. Thiago Alves, atacando atrás da linha de três metros, diminuiu, mas o Sesi-SP chegou ao 16/14 em erro de saque de Lucão. Theo, em duas boas jogadas, empatou. Com Ar e Murilo, o Sesi-SP fez 18/16. O capitão explorou o bloqueio para abrir 19/17 e, com maestria, evitou tocar na rede para fazer mais um: 20/17. Na reta final do set, Murilo fez 22/18. O RJX diminuiu para 22/20, mas Murilo, atacando pela saída de rede fez 23/20. Em ponto muito discutido, o RJX diminuiu para 23/22 e aproveitou contra-ataque para empatar: 23/23. Lorena conseguiu o set point 24/23, mas o RJX empatou. Lorena fez o 25/25 e foi para o saque , fechando em 26/24 e vibrando bastante, ante as provocações da torcida adversária.

No tie-break, muito equilibrado, as equipes foram aproveitando seus ataques até o quarto ponto. O RJX conseguiu abrir para 06/04, mas Ari, pela ponta, diminuiu: 06/05. Murilo explorou o bloqueio para reduzir a margem. Sidão, bem no bloqueio, empatou: 07/07. Thiago Alves, explorando o bloqueio, colocou os cariocas em vantagem: 08/07. O Sesi-SP empatou em erro de saque adversário, mas na sequência Lucão, pelo meio, manteve a vantagem mínima. Em ponto contestado, Murilo ficou no bloqueio: 10/08 para os donos da casa. Sidão, pelo meio, diminuiu para 10/09. O empate veio em erro de ataque carioca. Na volta do tempo técnico, Theo acertou e fez 11/10. Lorena empatou, explorando o bloqueio. Lucão, em bola rápida, fez 12/11. Ary conseguiu atacar uma bola difícil e empatou: 12/12. O Sesi-SP virou em bloqueio e chegou aos match point (14/12) em ponto de ataque. Everaldo, aproveitando um erro de recepção depois de um saque demolidor de Lorena, fez o ponto do set e da vitória: 15/12, 3 sets a 2. 

Notícias Relacionadas