Revelação da natação do Sesi-SP, Giovanna Diamante mira participação nos Jogos Olímpicos

Atleta de apenas 17 anos vem de dois resultados importantes e traça meta para boa participação no Rio-2016

Juan - 05/09/2014

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp

Os últimos dias foram de conquistas importantes para a jovem nadadora Giovanna Diamante. Semana passada, na China, a atleta do Sesi-SP, de apenas 17 anos, conquistou a medalha de prata no revezamento 4x100m livre dos Jogos Olímpicos da Juventude de Nanquim.

Na última quinta-feira (04/09), alcançou seu primeiro título absoluto na natação, ao cravar 2m11s11 nos 200 metros borboleta, no Troféu José Finkel, campeonato brasileiro disputado em piscina curta (25m) na cidade de Guaratinguetá, em São Paulo.

Giovanna Diamante: nadadora do Sesi-SP é promessa para os Jogos Olímpicos. Foto: Everton Amaro/Fiesp Giovanna Diamante: nadadora do Sesi-SP é promessa para os Jogos Olímpicos.
Foto: Everton Amaro/Fiesp

 

No Brasil ou na China, o talento de Giovanna passa a ser cada vez mais reconhecido, e os resultados vêm aparecendo, mesmo com uma rotina puxada de treinos e competições. “Cheguei da China no sábado (30/08) à noite e domingo de manhã já estava em Guaratinguetá”, conta a nadadora, que revelou estar um pouco cansada nos primeiros dias do Finkel.

Com a ascensão técnica e novas medalhas na coleção, Giovanna já pensa na grande competição que se avizinha, os jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016.

“Meu objetivo é competir na Olimpíada de 2016. Independente de medalha, acho possível fazer uma boa participação”, conta.

Giovanna não se pressiona por um resultado expressivo no Rio porque sabe que a competição de 2016 não será sua única chance de conquistar uma medalha olímpica. “Também penso em 2020, estarei mais experiente e mais treinada”.

A atleta, que se dedica à natação desde os nove anos, elogia a estrutura do Sesi-SP, clube que defende desde 2013. “Gosto muito do Sesi-SP. Nunca vi uma estrutura assim em clube. Não pretendo sair”, conta.

Além da estrutura disponibilizada aos atletas, Giovanna valoriza a possibilidade de estimular meninas ainda mais jovens a praticarem a natação.

Ela conta que se sente fazendo parte da formação de uma nova geração de novos talentos. “Treino com outras nadadoras muito jovens, que também são da nossa equipe. É legal ver que eu estimulo elas a nadar”, conta.

O próximo desafio de Giovanna é em Doha, no Campeonato Mundial, em dezembro. “Espero honrar essa vaga que consegui no Finkel e ajudar as outras meninas com quem vou nadar o revezamento 4x100m”.

Notícias Relacionadas