Pela Superliga, Sesi-SP perde para o Vôlei Amil

Equipe de Campinas venceu por 3 sets a 2 o time de vôlei feminino do Sesi-SP

Ariett - 03/12/2013

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp

Depois de vencer os dois jogos das semifinais do Campeonato Paulista contra o Vôlei Amil, o time de vôlei feminino do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) perdeu a partida desta terça-feira (03/12) contra o time de Campinas, válida pela Superliga. O jogo, realizado no Ginásio do Sesi-SP, na Vila Leopoldina, terminou em 3 sets a 2, com parciais de 23/25, 21/12, 19/21, 21/17 e 12/15.

O time do Sesi-SP entrou em quadra com Dani Lins, Fabiana, Ivna, Bia, Pri Daroit, Suelle e a líbero Suellen. Entraram: Mari, Carol Albuquerque e Dayse.

Para a oposto Ivna, novamente a maior pontuadora do Sesi-SP com 17 pontos, a equipe mostrou determinação, apesar da derrota. “Eles estudaram a gente bem taticamente, foi difícil a nossa virada de bola. Mas a equipe está de parabéns, lutamos até o final, os sets ficaram com placares bem próximos. Mas é a Superliga, grandes equipes e jogos disputados.”

O técnico Talmo de Oliveira lamentou os erros da equipe no último set. “Cada vez mais, as duas equipes se conhecendo, mais disputado é o jogo, sempre acabando no tie-break. Eles tiveram mais tranquilidade no quinto set. Mesmo a gente abrindo 7 a 3, eles foram buscando cada ponto e nós começamos a cometer alguns erros, quando não podia."

Sobre o jogo

Como já era previsto, o jogo já começou muito disputado, com as duas equipes revezando a liderança no placar do primeiro set. No finalzinho, o Vôlei Amil chegou a 20 a 17 e o Sesi-SP foi buscar, conseguiu empatar e chegou a fazer 21 a 20, em um belo bloqueio triplo. Mas foi o Vôlei Amil quem fechou o set , por 25 a 23.

Mas as meninas do Sesi-SP não desanimaram e vieram focadas para o segundo set. Abriram 11 a 6 no placar e não deram chance para reação do adversário. O time da indústria venceu com facilidade, marcando 21 a 12. O terceiro set foi mais equilibrado e marcado por uma polêmica com o juiz, que rendeu um cartão vermelho para a líbero do Sesi-SP, Suellen.   fim, o Vôlei Amil levou a melhor e ganhou por 21 a 19.

Precisando vencer o quarto set para decidir no tie-break, o Sesi-SP caprichou no ataque e no bloqueio. Vibrando muito a cada ponto e com o apoio da torcida que lotou o ginásio, o Sesi-SP fechou o set em 21 a 17.

No último set, o Sesi-SP começou dominando a partida, mas o Vôlei Amil não se entregou e conseguiu virar, fechando com 15 a 12.

Notícias Relacionadas