Nadadoras do Sesi-SP conquistam um ouro e um bronze no Troféu José Finkel

Etiene vence 50m livre, e quarteto do revezamento dos 200m livre fica em terceiro

Graciliano Toni - 19/08/2015

Amanda Demetrio, Agência Indusnet Fiesp

Mais um dia de provas, mais uma noite de medalhas. Etiene Medeiros, Jéssica Cavalheiro, Giovanna Diamante, Sabrina Todão e Bruna Primati, nadadoras do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), foram as responsáveis pela conquista de um ouro e um bronze nesta quarta-feira (19/08).

A noite de conquistas começou com o ouro de Etiene Medeiros nos 50m livre. Após o tempo de 25s67 pela manhã, a nadadora nadou bem mais uma vez, baixou a marca e chegou em primeiro, com 25s18, conquistando a medalha. Graciele Herrmann, do Grêmio Náutico União, terminou em segundo (25s25). e Lorrane Ferreira, do Minas Tênis, ficou com o bronze, 25s42. Priscila de Souza, também atleta do Sesi-SP, nadou a mesma prova e terminou em quinto, com 25s76.

“Estou muito feliz, estão sendo muito rápidas as coisas. Queria nadar na casa dos 24 segundos para manter uma frequência, mas apesar de nem estar perto do meu melhor tempo – 24s55, recorde sul-americano - foi bom”, comentou Etiene em entrevista para a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA).

A segunda medalha do dia veio com a prova dos 4x200m livre. Jéssica Cavalheiro, Giovanna Diamante, Sabrina Todão e Bruna Primati caíram na piscina e, com o tempo de 8m18s96, terminaram o revezamento em terceiro lugar, conquistando o bronze. O ouro ficou com a equipe do Pinheiros (8m05s60), que além da medalha ainda estabeleceu o novo recorde do campeonato. O Fiat/Minas ficou com a prata, com o tempo de 8m13s61.

No revezamento masculino, a equipe do Sesi-SP, composta por Matheus Isidro, André Oliveira, Arthur Queiroz e Henrique Pereira, terminarou a prova com a sétima colocação e o tempo de 7m49s35. O time do Corinthians, com 7m20s48, foi o campeão da noite.

Bruna Primati, também do Sesi-SP, ficou com a sexta colocação dos 800m livre, com 8m57s80. A australiana Leah Neale, do Fiat/Minas, ficou com o ouro na prova, com 8m38s31, e ainda quebrou o recorde do campeonato.

Notícias Relacionadas