Marcos Pacheco e Giuliano Ribas (Juba) seguem à frente das equipes de vôlei do Sesi-SP

Técnicos tiveram seus contratos renovados para mais uma temporada

- 16/05/2016

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

Após o encerramento de mais um ciclo, a diretoria do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) renovou contrato com os técnicos Marcos Pacheco e Giuliano Ribas (Juba). Os treinadores dos times de vôlei profissionais masculino e feminino permanecem à frente das equipes para a temporada 2016/2017.

“O Sesi-SP tem uma ótima estrutura para trabalhar e dá todas as condições para que a comissão técnica faça o seu melhor. Vou começar uma nova temporada aqui, é o meu quarto ano, mas considero uma nova história. A cada ano algumas peças mudam, e começa tudo de novo. A história do Sesi-SP continua, mas a do grupo que está sendo formado é nova”, comentou Pacheco, empolgado com o novo ciclo.

“Estamos montando uma equipe bem competitiva, e isso é motivador, eu gosto muito desses desafios. Será mais um ano em busca de conquistas. Batemos na trave nas últimas competições, agora é um recomeço”, finalizou o técnico, que pelo Sesi-SP conquistou o Paulista em 2013 e chegou a duas finais de Superliga (2014 e 2015), além da final da Copa Brasil (2014). Em 2015 Pacheco levou a equipe até a final do Paulista, e na Superliga avançou às semifinais.

Também animado com os desafios impostos para a temporada, Giuliano Ribas, o Juba, que permanece à frente do time feminino, acredita que o investimento na base será fundamental para a continuidade do projeto esportivo do Sesi-SP e para o crescimento e desenvolvimento de novas atletas, pensando em grupos e seleções futuras.

“Renovamos com a proposta de fortalecer a filosofia de formação, trabalhar com a base, com atletas que precisam de orientação técnica e tática e conduzir tudo isso de uma forma diferente. É um desafio bom de se encarar, e manteremos a força do projeto esportivo. Mesmo assumindo a equipe no final da temporada, terei neste ano a minha estreia, e junto comigo, as meninas também estão assumindo esse desafio. Vamos trabalhar todos juntos para crescer e fazer bons campeonatos”, comentou Juba, que além da equipe adulta, terá contato direto com as outras categorias.

“Este ano vamos acompanhar todas as atletas de perto, desde o infantil até o adulto. Ficaremos de olho nos talentos e futuros perfis para compor o elenco principal durante os anos. Além de que essa proximidade mostrará para as atletas mais novas que elas são capazes. A possibilidade de acompanhar todo o crescimento e desenvolvimento de um trabalho abrirá portas e incentivará cada vez mais as meninas”, finalizou.

As equipes ainda estão em processo de reformulação e se apresentarão apenas em junho deste ano para a próxima temporada.

Notícias Relacionadas