Equipe feminina do Sesi-SP estreia na Superliga enquanto time masculino encara terceiro desafio

Jogos deste sábado (14) ainda contarão com a presença de um reforço da torcida da Vila Leopoldina

Alice - 13/11/2015

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

As equipes de vôlei do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) entram em quadra neste sábado (14) já apoiados pela torcida de casa. Às 14h45, no ginásio da Vila Leopoldina, as meninas recebem o São Bernardo Vôlei na estreia da competição. E às 21h30, o time masculino enfrenta o Minas Tênis Clube, no mesmo ginásio, em jogo válido pela terceira rodada.

Em casa, o time do técnico Talmo de Oliveira dará o pontapé inicial na busca pelo título inédito da equipe na Superliga. Embalado depois de uma boa campanha no campeonato paulista, em que foi vice-campeão, o grupo quer brigar mais uma vez para chegar à final do torneio nacional.

“Estamos nos preparando muito bem. Tivemos, depois do Paulista, duas semanas e meia com um belo trabalho, além de recuperar as jogadoras. Temos uma estreia dentro de casa onde estamos com o desejo muito grande de fazer um grande jogo e conseguir uma grande vitória aqui dentro. E que esse comportamento possa ser uma crescente dentro da Superliga”, comentou Talmo.

Ele acredita que esta edição do campeonato deve ter muito equilíbrio e ainda alerta para a atenção contra o primeiro adversário.

“Cada ponto, cada set será muito importante. Está todo mundo focado para esse começo, claro que todo início gera uma certa ansiedade de como vamos nos comportar, mas o pessoal está se preparando muito bem”, disse.

“O São Bernardo tem um grande técnico que é o William. Ele sempre vem com um time que tem um volume de jogo muito bom, além de ter jogadoras que são os pontos de equilíbrio para o grupo”, acrescentou o técnico do Sesi-SP.

Para a temporada 2015/16, Talmo conta com a contratação de sete atletas para equipe, com destaque para a bicampeã olímpica Jaqueline e a central Angélica Malinverno. A ponteira Ellen Braga, as opostas Sabrina e Andreia Laurence e as levantadoras Carol Leite e Pri Heldes também chegam para reforçar o grupo que conta com a permanência da bicampeã e capitã do time Fabiana, além da líbero Suelen, da central Bia e da ponteira Dayse. Outra aposta da equipe está na categoria de base que o Sesi-SP possui.

Na quinta temporada seguida da Superliga, o Sesi-SP busca o título após um terceiro lugar na edição passada e um vice-campeonato na temporada 2013/14, quando eliminou o Molico/Nestlé e encarou o Unilever na briga pelo título.

Superliga Masculina

Quem também busca a vitória, mas para recuperar a boa fase e se manter no grupo da frente é o time masculino. Na quarta colocação, com 4 pontos, o time de Marcos Pacheco encara o Minas pela terceira rodada, com o objetivo de somar mais três pontos, esquecer a derrota da última quinta-feira e seguir para uma sequência positiva. 

Com duas derrotas, os adversários aparecem em décimo, mas isso não é motivo de jogo fácil. Para o central Aracaju, a competição está muito equilibrada e a equipe não pode vacilar.

“Esse ano a Superliga está bastante equilibrada, todos os jogos serão muito complicados, precisamos entrar focados em todas as partidas. Saímos do paulista com um bom ritmo de jogo e precisamos manter isso nos jogos da Superliga. O Minas é um time forte, temos de fazer uma boa preparação, é mais uma partida dentro de casa, mas não deixa de ser difícil”, concluiu.

Notícias Relacionadas