Em quatro anos de projeto no Sesi-SP, hóquei sobre a grama cresce e revela atletas

Meninos das categorias sub 18 e sub 15 já são destaques na modalidade

- 30/06/2017

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

Incluído em 2013 no Programa Atleta do Futuro (PAF) do Sesi-SP, o hóquei sobre a grama vem crescendo na formação de novos atletas e no fomento da modalidade no país. Com as atividades iniciadas nas unidades de Suzano e Mogi das Cruzes, o esporte olímpico tornou-se mais uma aposta de sucesso da indústria.

Partindo da iniciação esportiva para o treinamento, com equipes mais estruturadas e inscritas em federações, os atletas de hóquei do Sesi-SP passaram a assumir seu espaço dentro de suas categorias. Atualmente com equipes masculinas no sub 18 e sub 15, contando com 30 atletas, o projeto já visa a sua ampliação para o gênero feminino com equipe de treinamento esportivo sub 15.

De 2013 para cá já foram cinco títulos em campeonatos oficiais, um título individual de artilharia e uma convocação. Na categoria sub 15, os meninos do Sesi-SP somam um bronze no Brasileiro Indoor (2017), um bronze no Paulista Indoor (2015) e duas pratas no Paulista de Hockey 5 (2016 e 2017). Entre os mais velhos, no sub 18, um bronze no Brasileiro Indoor (2014) e duas pratas no Paulista de Hockey 5 (2016 e 2017) já fazem parte do currículo da equipe.

Entre as premiações individuais, em 2015 o atleta Vitor Casali foi o primeiro destaque da modalidade ao ser convocado para a Seleção Paulista e também para a concentração com a Seleção Brasileira Sub 21. Dois anos depois, mais um fruto da casa brilhou. Victor Batista se destacou na conquista da prata do sub 15 no Paulista e ficou com a artilharia do campeonato ao marcar 7 gols.

Treinador e ex-atleta da seleção brasileira de hóquei sobre a grama, Augusto de Paula “França” vê os resultados dos quatro anos de projeto como a realização de um sonho. Após representar o Brasil nos Jogos Olímpicos Rio 2016, França só pensa em uma coisa. Ampliar ainda mais a pratica da modalidade e tornar o Sesi-SP uma referência no hóquei.

“Ver a evolução e a conquista desses atletas é como um sonho realizado. Decidi ser um profissional de educação física depois que comecei a praticar a modalidade, que apesar de ser olímpica, tem pouca visibilidade aqui no Brasil. O hóquei é um esporte completo, onde você pode trabalhar tanto aspectos físicos quanto valores. Hoje, poder compartilhar o meu conhecimento em conjunto com a prática da modalidade tem sido fundamental para a minha evolução profissional e para evolução do projeto. Agora eu espero contribuir ainda mais para que o Sesi-SP seja um centro de referência de desenvolvimento esportivo no Brasil”, comentou Augusto.

O projeto, que atualmente segue com concentração apenas na unidade do Sesi em Mogi das Cruzes, conta hoje com 70 crianças e adolescentes entre 11 e 17 anos de ambos os gêneros praticando o hóquei sobre a grama através do PAF (Programa Atleta do Futuro).

Equipe de hóquei sobre a grama do Sesi-SP 
Foto: Divulgação/Sesi-SP

Notícias Relacionadas