Em busca do 5º título paulista, Sesi-SP recebe Taubaté na reedição das 2 últimas finais estaduais

Equipes fazem o primeiro jogo da final nesta terça-feira (18), às 21h30, no ginásio da Vila Leopoldina

- 17/10/2016

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

Após cinco jogos e apenas uma derrota na fase classificatória, o time masculino de vôlei do Sesi-SP disputa, nesta terça-feira (18/10) a primeira partida da final do Campeonato Paulista 2016. Após vencer no golden set a semifinal contra o Brasil Kirin, chegou a hora da decisão. E como já aconteceu nas duas últimas edições, o adversário será o Funvic Taubaté. Fazendo a primeira partida em casa, na Vila Leopoldina, às 21h30, o grupo comandado pelo técnico Marcos Pacheco inicia sua busca pelo quinto título estadual. A partida será transmitida pelo canal de TV por assinatura SporTV.

Campeão em 2009, 2011, 2012 e 2013, o Sesi-SP, que teve sua sequência interrompida em 2010 pelo Araçatuba, e nas duas últimas edições (2015 e 2016) pelo próprio Taubaté, quer retomar a hegemonia e voltar a levantar a taça. E, de olho em todos os fatores que envolvem essa disputa, Pacheco espera mais um confronto forte, como todos os outros, mas alerta para um diferencial: “esse ano serão times com jogadores vitoriosos”.

“É a terceira final que a gente faz com eles e chegamos bem. Será um confronto muito forte, com grandes personagens, os dois times têm jogadores extremamente experientes e acostumados com esse tipo de jogo. Não lembro de uma final com dois times com atletas tão vitoriosos e por aí já promete uma final intensa, como foram as outras, mas acredito que esta terá jogos bonitos, de intensidade forte. O grupo deles é muito equilibrado e forte, assim como o nosso, por isso teremos um confronto de variações, estratégias e técnicas bem interessante”, comentou o treinador.

Dos cinco jogos realizados na fase classificatória, a única derrota foi exatamente para o adversário desta terça-feira, ainda na fase de classificação, por 3 a 1, em Taubaté. Sem fazer comparações com o jogo e as finais anteriores, para o técnico cada jogo é único, assim como cada final; o que aconteceu nas outras partidas serve de aprendizado e incentivo para as próximas.

“O nosso foco é no hoje, no primeiro jogo da decisão. Temos que ficar atentos e fazer a nossa recepção funcionar muito bem pela intensidade do saque deles. Os fundamentos deles são bons, mas o saque é um quesito muito forte, e para que a gente consiga fazer um jogo bom, além de tudo funcionando, a recepção tem que ser precisa para dar certo, até porque tudo parte da recepção”, alertou. 

O Campeonato Paulista de 2016, assim como nas outras edições, será decidido após dois jogos. A segunda partida será realizada na sexta-feira (21) em Taubaté, no ginásio do Abaeté, às 19h. Caso cada equipe vença um jogo, haverá a disputa do golden set (set extra de 25 pontos) após a segunda partida para se definir o campeão estadual.

Notícias Relacionadas