Com três atletas do Sesi-SP, time de polo aquático do Brasil fica com a prata no Pan

Tony Azevedo, também atleta da indústria, conquista o ouro pelos Estados Unidos

Alice - 16/07/2015

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

Após partida disputada e bem equilibrada na noite desta quarta-feira (15/7), Gustavo “Grummy”, Paulo Salemi e Bernardo Reis “Braga”, atletas de polo aquático do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) e da seleção brasileira, ficaram com a medalha de prata ao enfrentarem a seleção dos Estados Unidos e perder por apenas dois gols de diferença.

Tony Azevedo, também atleta da indústria, comandou a seleção americana e conquistou o ouro nos Jogos Pan-Americanos de Toronto.

Com o placar de 11 a 9 (EUA 1-0 BRA, 6-5, 3-3 e 1-1) para os americanos, os brasileiros encerram a sua participação no Pan com uma marca melhor do que a de Guadalajara-2011, quando terminaram a competição em terceiro lugar.

No histórico da modalidade, o Brasil conquistou a única medalha de ouro há 52 anos, nos Jogos Pan-Americanos de 1963, disputado em São Paulo. Na ocasião, a equipe adversária também era os Estados Unidos. Com a conquista deste ano, a equipe igualou sua última melhor participação, quando terminou com a prata na edição de 2007, realizada no Rio de Janeiro.

Na disputa da medalha de bronze em Toronto, a vitória do Canadá sobre a Argentina por 16 a 8 garantiu o pódio para o time da casa.

O jogo
A briga pelo ouro começou com os Estados Unidos fechando a defesa e atacando forte. Sem cometer muitas faltas, os americanos neutralizaram o ataque brasileiro e saíram na frente nos primeiros segundos de jogo.

No segundo quarto, as defesas brasileiras deram algumas aberturas e os norte-americanos avançaram mais no placar, abrindo sempre dois gols de vantagem. O Brasil chegou a encostar, mas não conseguiu igualar o marcador.

Com gols de Bernardo Gomes (2), Ádria, Paulo Salemi e Felipe Perrone, o segundo quarto acabou com 6 gols dos EUA e 5 do Brasil, totalizando 7 a 5 para os Estados Unidos. O terceiro e quarto período seguiram disputado e a seleção brasileira demonstrou que estava na briga. Mas, com a forte marcação, a todo momento o juiz expulsava um jogador, e nesse momento os Estados Unidos cresceram na partida e ampliaram o placar, que terminou com 11 a 9 para os norte-americanos.

Resultados
Dia 7/07
Brasil 11-9 Canadá
Dia 8/07
Venezuela 2-22 Brasil
Dia 9/07
Brasil 22-9 México
Dia 13/7
Semifinal: Brasil 15-9 Argentina
Dia 15/07
Final: EUA 11-9 Brasil

Notícias Relacionadas