Com Sidão de volta, Sesi-SP encara Cruzeiro em busca do terceiro jogo

Central está confirmado para a partida decisiva deste sábado, na Vila Leopoldina

Lucas Dantas - 27/03/2013

O último jogo já ficou no passado e todos só estão pensando no próximo. Esse é o clima na Vila Leopoldina para a partida decisiva deste sábado (300/04), às 10h, contra o Sada Cruzeiro, pela semifinal da Superliga 2013. Em caso de vitória, o Sesi-SP forçará a realização da terceira partida, no dia 05 de abril, em Minas Gerais, para definir quem avança à final da competição. E para o jogo, a equipe de Giovane Gávio conta com um reforço há muito tempo aguardado: Sidão.
Fora do time desde a partida contra o Funvic, ainda pelo segundo turno de classificação, Sidão treinou bem e está confirmado na rede do time da indústria para sábado. O central está livre das dores nas costas e esbanja motivação para a partida contra o Cruzeiro.
 
“A empolgação já seria natural pela semifinal, mas pelo tempo que fiquei fora, vendo meus companheiros em ação, agora quero muito entrar em quadra e ajudar o Sesi-SP a buscar a vitória e o terceiro jogo”, declarou o camisa 9, que mostrou respeito ao adversário, mas sabe do potencial do seu time e acredita que a vitória não é impossível. “Estamos preparados para o jogo, respeitamos muito o Cruzeiro, são os atuais campeões, mas não são invencíveis. Eles sacaram muito bem, jogaram muito, mas se quisermos ir para a final da Superliga, temos de ganhar em casa. Atleta de alto nível tem de pensar assim. Perdemos, passou. Agora vamos com tudo para o jogo de volta”.
 
Para o time, além da experiência e qualidade, Sidão dá novas opções para os companheiros. Quem comemorou sua volta foi Sandro, que ganha mais um canhão para municiar contra a defesa mineira. “É importante. Ele voltou treinando bem, fez um ótimo trabalho de recuperação e vai ajudar o time no ataque e no bloqueio. É o jogo da nossa vida e é muito bom contar com ele”, apontou o levantador.
 
Sandro também falou sobre os trabalhos da equipe para analisar e estudar o rival de sábado. “Nós conversamos, analisamos, vimos e revimos o jogo. Lá eles jogaram muito bem, mas nós ficamos um pouco abaixo do que podemos fazer. Se apresentarmos o nosso melhor, vamos fazer outro jogo. Até entramos bem, mas a partir da metade do primeiro set eles passaram a sacar com mais qualidade, e não conseguíamos defender. Eles cresceram com isso. É difícil jogar atrás e sendo pressionado. Aqui temos de pressionar também e passar essa dificuldade pra eles”, completou.
 
Serginho também comemorou a volta do companheiro de seleção brasileira. Para o líbero, Sidão traz experiência e força para a equipe. “Ele é um dos pilares do time e um reforço e tanto nos bloqueios e no ataque. O pessoal conhece o Sidão e sabe o que ele representa. Aqui em casa temos de impor o nosso ritmo, e o time vai forte para cima do Cruzeiro”.
 
A partida deste sábado será a última da atual temporada na Vila Leopoldina e os ingressos estão esgotados.

Acompanhe o vôlei do Sesi-SP nas redes sociais
Twitter: @sesisp_volei 
Facebook: www.facebook.com/sesisp.volei

Notícias Relacionadas