Com Jaqueline e Angélica, do Sesi-SP, Brasil é prata no vôlei no Pan

Seleção brasileira enfrentou os Estados Unidos na final da competição

Graciliano - 25/07/2015

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

Com Jaqueline e Angélica, atletas do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), a seleção brasileira de vôlei feminino ficou com a medalha de prata dos Jogos Pan-Americanos de Toronto. A equipe disputou a final na noite deste sábado (25/7) contra os Estados Unidos e perdeu por 3 sets a 0 (22/25, 21/25 e 26/28).

Como já era de se esperar, o jogo começou disputado e com o placar apertado entre brasileiras e americanas. Atacando forte e aproveitando os erros da equipe do Brasil, a seleção dos Estados Unidos foi superior e fechou o primeiro set com três pontos de vantagem (22/25). Na sequência, o técnico José Roberto Guimarães colocou a ponteira Jaqueline e a central Angélica em quadra, peças fundamentais para a recuperação da desvantagem de seis pontos e para chegar ao empate do placar em 13/13. Mas, mesmo as brasileiras se colocando à frente em alguns momentos do jogo, mais uma vez as americanas fecharam o segundo set na frente, com 21/25.

Diferentemente dos dois primeiros sets, o terceiro começou mais equilibrado, com as duas equipes atacando e pontuando em sequência, sem aberturas de vantagens. Com Jaqueline atacando forte pela lateral e ajudando a líbero Camila Brait nas defesas de fundo de quadra, a equipe brasileira abriu quatro pontos de vantagem e chegou primeiro no segundo tempo técnico do set com 16/12. Na volta, a equipe americana recuperou toda a sua força, chegou a 24/24 e conseguiu garantir a vitória com 26/28.

Mesmo se queixando de dores na lombar durante os jogos, Jaqueline não fez corpo mole e entrou em quadra a partir do segundo set e foi fundamental para rodar a equipe em quadra. A ponteira não só ajudou nas defesas e contra-ataques como foi a segunda maior pontuadora da partida, com 10 pontos, ficando atrás apenas de Fernanda Garay, com 20. Angélica também foi peça importante durante o jogo e aparece em terceiro, com cinco pontos de ataque.

Campeãs da edição de 2011, realizada em Guadalajara, as meninas do Brasil chegaram a Toronto com uma equipe mista e com garra passaram por Porto Rico, Peru e Estados Unidos durante a fase classificatória. Na semifinal reencontraram as porto-riquenhas e passaram por um placar apertado de 3 sets a 2, chegando à final e ficando com a prata. Na disputa pelo bronze, a República Dominicana passou por Porto Rico e garantiu o terceiro lugar da competição.

Notícias Relacionadas