Botucatu celebra as novas instalações da escola do Sesi-SP e assinatura de convênio para a prática esportiva de 400 jovens

Presidente da Fiesp, Paulo Skaf, o prefeito da cidade participaram do evento que reuniu alunos, pais, educadores e autoridades locais

Ariett - 09/04/2014

Dulce Moraes, Agência Indusnet Fiesp, de Botucatu

Uma nova escola. Assim pode ser descrita a  escola do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) de Botucatu, a 220 quilômetros de São Paulo, que teve as suas instalações ampliadas e toda a sua infraestrutura modernizada. Os novos espaços foram inaugurados em solenidade na manhã desta quarta-feira (09/4).

Ao todo, em obras de ampliação e novos equipamentos foram investidos um total de R$ 11,3 milhões. Um esforço da indústria que valeu muito a pena segundo o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Sesi-SP, Paulo Skaf, pois se reverterá em benefício para o futuro da cidade e do País. “Vemos grandes campi de universidades bonitos por aí. Mas aonde, no mundo, temos uma escola de ensino de base como essa, com três quadras cobertas, dois campos society, laboratórios de ciência e informática, espaços de cultura? E além de tudo isso temos professores que não sosseguem enquanto os alunos não aprendem.  O Sesi Botucatu é, sem dúvida, uma das melhores escolas de base do mundo”.

Os 919 estudantes da escola, do ensino fundamental ministrado em tempo integral e também do ensino médio, ganharam novos espaços pedagógicos. Três blocos da escola passaram por ampla reforma e outros dois blocos foram construídos. Haverá ainda uma nova biblioteca e um novo auditório. Uma ampla cozinha e refeitório garantirão as 1,5 mil refeições servidas por dia.

O prefeito de Botucatu, Antônio Cury Neto, também destacou a importância do apoio da Fiesp à cidade."É uma esperança para nós que instituições do porte da Fiesp e do Sesi façam um investimento tão importante como esse para a cidade. Não conseguimos enfrentar o desafio da educação sozinhos. Precisamos de pessoas que sonham os nossos sonhos e foi isso que nós percebemos nessa parceria com o Sesi-SP”.

Também estiveram presentes na solenidade o prefeito da cidade de Paranapanema, Antônio Nakagawa, e de Itatinga, Paulo Borges dos Santos.

Esporte é qualidade de Vida

Paulo Skaf assina PAF em Botucatu Paulo Skaf assina programa para formação esportiva em Botucatu 
Foto:Ayrton Vignola/Fiesp

O Centro de Atividades “Salvador Firace” do Sesi-SP, localizado na cidade, também teve suas instalações esportivas ampliadas e modernizadas. Duas novas quadras poliesportivas cobertas foram construídas, o campo de futebol society foi modernizado, a piscina recebeu um sistema de aquecimento e a academia de ginástica foi reformulada.

Uma prova de que investir no esporte também é investir na educação de qualidade e também no futuro do país foi dada com a renovação do convênio do Programa Atleta do Futuro (PAF) do Sesi-SP com a Prefeitura de Botucatu. O programa já promovia a formação esportiva nas modalidades judô, vôlei e rugby.  O judoca Felipe Yunes, que foi aluno do PAF em Botucatu, hoje integra a equipe do Sesi-SP de judô em Bauru.

Com a renovação do convênio, 400 crianças e jovens, entre de 6 a 17 anos de idade, receberão formação esportiva nas modalidades atletismo, futsal, ginástica rítmica, handebol e voleibol. Isso graças também ao apoio da prefeitura local e das empresas Grupo Kroma Equipamentos Especiais Ltda, LTM indústria e Comércio de Chicotes Elétricos Ltda e Irizar Brasil Ltda.

O prefeito João Cury Neto destacou a importância desse tipo de iniciativa. “Não é só a formação da educação profissional, mas também a formação do caráter dos jovens”.

Outro prefeito presente na solenidade, Roberto Kanagawa, do município de Paranapanema, também assinou convênio para implantar o Programa Atleta do Futuro. O programa irá atender 200 crianças e jovens da cidade.

Com essas duas cidades, o PAF chega a marca de 213 municípios atendidos.

O superintendente do Sesi-SP, Walter Vicioni, explicou que todos esses esforços são resultado da visão do próprio presidente, Paulo Skaf, que elegeu a educação de qualidade  e subordinou o desenvolvimento sócio-econômico ao desenvolvimento das pessoas. “A busca é pelo desenvolvimento das pessoas. Essa é a revolução de que o Brasil precisa e que o Sesi-SP está fazendo”, afirmou.

Notícias Relacionadas